Parlamentarismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (971 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Parlamentarismo durante o mandato de João Goulart ( adequação )
De 07/09/1961 a 06/01/1963. Vigorou o sistema parlamentarista de governo no Brasil por pressão dos ministros militares, através de umaalteração na Constituição de 1946. Pela proposta do presidente João Goulart, houve um plebiscito e foi restabelecido o presidencialismo. Tancredo Neves, Brochado da Rocha e Hermes Lima, foram osprimeiros-ministros desse período.
O sistema parlamentarista de governo no Brasil, foi instaurado pelo Ato Adicional no. 4, com o conseqüente enfraquecimento do Presidente da República. Foi a soluçãoencontrada pelo Congresso para contornar o impasse. Durou pouco tempo essa experiência, de setembro de 1961 a janeiro de 1963, pois foi implantado de forma artificial e num momento de grandesdificuldades econômicas e políticas.
A crise política se iniciou no final do mês de agosto de 1961, logo após a renúncia do ex-presidente Jânio Quadros. Os ministros militares Odílio Denis ( da Guerra ), SílvioHeck ( da Marinha ) e Gabriel Grüim Moss ( da Aeronáutica ), vetaram a posse e mesmo a volta ao país do vice-presidente João Goulart constitucionalmente o novo Presidente do Brasil. Na opinião dosMinistros da época, Goulart era um perigo à segurança nacional por suas ligações com o nacionalismo de Getúlio Vargas e acabaria por levar o país ao socialismo.
O Congresso Brasileiro aprovou em 8 desetembro de 1961, por 246 votos a 10 a composição do primeiro Conselho de Ministros do país, depois de vários adiamentos e negociações. Tancredo Neves foi eleito como Primeiro Ministro na sessãoanterior por 259 a 22 votos.
Três gabinetes sucederam-se nos quinze meses de regime parlamentarista, liderados por Tancredo Neves, Francisco Brochado da Rocha e Hermes Lima. Os três demonstraram asdificuldades e o artificialismo do regime , deixando um sensação de desgoverno em meio à crise econômica e à radicalização política.
As ambigüidades na divisão de poderes entre o Presidente João Goulart e...
tracking img