Parasitoligia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3875 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
www.soenfermagem.net

ERISIPELA Infecção aguda da pele envolvendo a derme e o subcutâneo, que se caracteriza por febre, anorexia, calafrios, outros sintomas gerais, leucocitose e lesão cutânea em placa eritematosa, edematosa e dolorosa. Dessa placa podem ter origem faixas eritematosas ao longo do trajeto de vasos linfáticos (linfangites). Existe adenite satélite à região comprometida. Vesículase bolhas podem ser observadas - Erisipela bolhosa. As áreas comprometidas são em geral membros inferiores, face ou abdômen A erisipela pode-se apresentar clinicamente diferenciada. Sendo assim há casos raros onde surgem bolhas volumosas e tensas contendo líquido não purulento (erisipela bolhosa); outras vezes há ulceração superficial (erisipela gangrenosa). Alguns pacientes apresentam surtosrepetidos em geral precedidos de calafrios. A recidiva de erisipela pode causar linfedema local persistente e obstrução dos canais linfáticos principais da pele e dos canais venosos, resultando em uma fibrose hipertrófica à qual foi dado o termo elefantíase.

SINAIS E SINTOMAS Caracteriza-se, clinicamente, pelo aparecimento abrupto de sintomas sistêmicos, tais como febre elevada, cefaléia,calafrios, mal-estar e desânimo. A pele infeccionada apresenta aspecto vermelho brilhante, formando um alto relevo que a diferencia da pele normal ao redor. Esta lesão é quente e dolorosa ao toque e é brilhante e inchada. Freqüentemente a pele apresenta-se espessa adquirindo consistência de "casca de laranja" que é devido ao envolvimento de vasos linfáticos superficiais; bolhas ou vesículas podem serformadas dois ou três dias após o surgimento da infecção.

1

www.soenfermagem.net

Rapidamente o processo se evolui e o paciente apresenta um estado geral comprometido com cefaléia, mal-estar, hipoestesia, náuseas e vômitos. Durante a apresentação desses sintomas a enfermidade pode não ter sido reconhecida ainda. A doença provoca desconforto ao paciente pois a pele se torna eritematosa e tensa.No segundo dia a lesão se caracteriza melhor, apresentando-se eritematosa, edematosa, quente e dolorosa, apresentando coloração vermelha viva e brilhante com bordas nítidas e um pouco elevadas como foi mencionada anteriormente. A infecção caminha para a periferia de maneira irregular apresentando-se sempre com borda nítida sem deixar para trás regiões de tecidos sadios. Com a extensão da lesão,entretanto, pode haver resolução do processo na área central. Desenvolvem-se sobre a lesão, grandes bolhas e vesículas pequenas nos casos mais graves (conhecido como erisipela bolhosa). Sem tratamento e na ausência de complicações a enfermidade é aliviada dentro de uma a três semanas. Durante a cura, ocorre leve pigmentação e descamação. A erisipela ocorre mais freqüentemente em lactentes, criançasjovens e adultos mais velhos sem preferência clara de sexo. O local acometido varia com a faixa etária. Nos neonatos, a parede abdominal é afetada com maior freqüência, associada à infecção do coto umbilical. Nas crianças maiores, a face, o couro cabeludo ou os membros são locais de eleição. Nos adultos a erisipela acomete predominantemente os membros inferiores, afetando também a face eraramente os membros superiores e tronco. Essa tendência ao maior acometimento dos membros inferiores contrasta com o conceito clássico de que a erisipela afeta predominantemente a face e parece acentuar-se nos países de clima mais quente, onde o costume de caminhar descalço e de sandálias é comum. Contribui para preferência da infecção nos membros inferiores a presença mais freqüente de fatores locaisque facilitam a entrada do agente. A erisipela no rosto atinge tipicamente as asas do nariz e as bochechas (uni ou biliteralmente) o que confere a típica configuração de borboleta. A lesão não ultrapassa a linha que delimita o couro cabeludo e abarba. O edema facial pode pronunciar-se de forma que um ou os dois olhos permaneçam fechados, na face, a presença de bolhas é comum. A erisipela não...
tracking img