Paralisia e aprendizado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6799 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ICPG

Instituto Catarinense de Pós-Graduação – www.icpg.com.br

1

PARALISIA CEREBRAL E APRENDIZAGEM: UM ESTUDO DE CASO INSERIDO NO ENSINO REGULAR
Ruth Anklam Hoffmann Instituto Catarinense de Pós-Graduação Psicopedagogia Dr. Malcon Anderson Tafner Ms. Julianne Fischer RESUMO Objetivamos apresentar, neste artigo, uma explanação do que significa a Paralisia Cerebral, sua origem, bem comoseus graus, suas seqüelas, e uma experiência de inclusão no ensino regular de uma criança paralisada cerebral, que ao final do ano letivo de 2000, após realizar vários trabalhos diversificados, envolvendo o grupo no qual encontrava-se inserida, obteve resultados significativos na sua aprendizagem. Mostrar que o papel do educador nesta nova perspectiva de ensino é criar e buscar novas metodologias deensino, fazendo o que não se sabe fazer, mas, deixando-se ensinar através do estranho, do novo, do diferente. E através da educação capacitar o portador de Necessidades Educativas Especiais ao aprendizado, a sentir o mundo verdadeiramente como ele é. Só assim, romperemos com os paradigmas obsoletos; proporcionando ao Portador de Deficiência uma participação ativa no processosocio-político-histórico-cultural da sociedade vigente e futura.

Palavras-chaves: Aprendizagem, Paralisia Cerebral, Inclusão.

1. INTRODUÇÃO Ao verificarmos nosso contexto notamos que as escolas estão recebendo crianças portadoras de Necessidades Educativas Especiais, objetivando incluí-las neste novo espaço social e adaptá-las ao convívio dos ditos normais e vice-versa. A partir desta realidade, cabe a escolapromover condições para acolher esta nova clientela, reorganizando todo o seu Projeto Político Pedagógico e principalmente compete ao educador aprimorar seus conhecimentos e conforme necessidade colocá-los em prática; propiciando aos educandos condições e possibilidades de educar para um saber/fazer, criativo, capaz de reinventar a história, numa nova direção de inclusão: a realização do homemenquanto agente de transformação. O indivíduo com Necessidades Educativas Especiais, quando estimulado, encorajado e aceito no âmbito social em que participa, certamente, consegue atingir resultados progressivos durante o processo ensino-aprendizagem. Para estimular, faz-se necessário conhecer a deficiência, garantindo assim sucesso em sua trajetória vigente e futura. 2. PARALISIA CEREBRAL O encéfalo e amedula espinhal são chamados, em conjunto, de sistema nervoso central. É ao sistema nervoso central que chegam as informações sensoriais, e é dele que saem as ordens destinadas aos músculos e às glândulas.

1

ICPG

Instituto Catarinense de Pós-Graduação – www.icpg.com.br

2

Músculos como os das pernas, braços ou pálpebras obedecem à nossa vontade. Se não fosse assim, não poderíamosnos manter em pé, nem conseguiríamos segurar objetos ou fechar os olhos quando desejássemos. Há, porém, situações em que esses mesmos músculos podem se contrair sem a participação da nossa vontade. Essas respostas totalmente automáticas são chamadas de reflexos. O piscar espontâneo das pálpebras, quando um objeto passa perto de nossos olhos; ou ainda a rápida retirada da mão quando tocamos umapanela muito quente. Toda mensagem nervosa, por mais rápida que seja, leva um certo tempo para percorrer as neurofibras (fibras nervosas). Quanto mais afastado estiver o centro nervoso, mais tempo a informação levará para chegar até ele. O sistema nervoso central, então, pode ser comparado com uma central de comunicações que recebe informações de todos os pontos e envia mensagens. O cérebro é o maiorórgão do encéfalo e ocupa toda a caixa craniana. Não é constituído por uma massa contínua mas há no seu interior cavidades, os ventrículos, que apresentam duas substâncias: uma branca central e outra cinzenta na superfície do cérebro que é o cortex cerebral. De acordo com Fischinger 1970, a Paralisia Cerebral é um distúrbio sensorial e sensomotor causado por uma lesão cerebral, a qual perturba...
tracking img