Paralisia cerebral

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4493 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Um Pouco da História

A encefalopatia crônica da infância (ECI) foi descrita pela primeira vez pelo o ortopedista inglês Willian John Little em 1843, que a definiu como doença ligada a diferentes causas e caracterizada, principalmente, por rigidez muscular. Em 1862, o mesmo autor estabeleceu-se a relação entre esse quadro e as intercorrências no parto. Freud, em 1897, sugeriu a expressãoparalisia cerebral, que, mais tarde, foi consagrada por Phelps, ao se referir a um grupo de crianças que apresentavam transtornos motores graves devido à lesão do sistema nervoso central. (ROBERTSON et all Apud, FERREIRA, 2011).
Desde o Simpósio de Oxford, em 1959, a expressão paralisia cerebral foi definida como “sequela de uma agressão encefálica, que se caracteriza, primordialmente, por umtranstorno persistente, mas não invariável, do tônus, da postura e do movimento, que aparece na primeira infância e que não só é secundário a esta lesão não evolutiva do encéfalo, mas também, à influência que tal lesão exerce na maturação neurológica”.
A partir dessa data, a paralisia cerebral passou a ser conceituada como Encefalopatia Crônica não Progressiva (ECNP) da infância que, constituindo umgrupo heterogêneo, tanto do ponto de vista etiológico quanto em relação ao quadro clínico, tem como elo comum o fato de apresentar predominantemente sintomatologia motora, à qual se juntam, em diferentes combinações, outros sinais e sintomas. (JACQUES Et All 2010).

2. Conceito

A ECNP refere-se a um grupo de desordens no desenvolvimento do controlo motor e da postura, como resultado de umalesão não progressiva do desenvolvimento do sistema nervoso central. A lesão pode ocorrer no nascimento, anteriormente ou no período que se segue. Não agrava, não progride, mas causa limites na atividade. Esta afeta aproximadamente 2 em cada 1000 indivíduos, sendo o problema de desenvolvimento mais comum nas crianças. A incapacidade mais visível é a motora, que torna a mobilidade difícil.Frequentemente, as crianças têm problemas de marcha e/ou em usar adequadamente os braços e as mãos. Muitas crianças têm, também, outras alterações que resultam de lesão cerebral, as quais incluem, por exemplo, problemas de cognição, comunicação, percepção, atenção, concentração e/ou epilepsia. (APCC______).
De acordo com a Associação Cruz Verde (2013), Paralisia Cerebral (PC), consiste em um grupoheterogêneo de condições patológicas não progressivas do movimento e da postura, que se manifestam no início da vida, atribuídas a várias etiologias, conhecidas e desconhecidas, envolvendo o cérebro imaturo. O paciente permanece o período integral na instituição retornando ao final do dia para o convívio familiar.

2.1 Tipos de Paralisia Cerebral

O tipo de alteração do movimento observado estárelacionado com a localização da lesão no cérebro e a gravidade das alterações depende da extensão da lesão. A PC é classificada de acordo com a alteração de movimento que predomina. Formas mistas são também observadas. De acordo com a REDE SARAH (2008) define tais tipos:
Espástica: Quando a lesão está localizada na área responsável pelo início dos movimentos voluntários, trato piramidal, o tônusmuscular é aumentado, isto é, os músculos são tensos e os reflexos tendinosos são exacerbados. Esta condição é chamada de paralisia cerebral espástica.
As crianças com envolvimento dos braços, das pernas, tronco e cabeça (envolvimento total) têm tetraplegia espástica e são mais dependentes da ajuda de outras pessoas para a alimentação, higiene e locomoção. A tetraplegia está geralmente relacionadacom problemas que determinam sofrimento cerebral difuso grave (infecções, hipóxia e traumas) ou com malformações cerebrais graves. Quando a lesão atinge principalmente a porção do trato piramidal responsável pelos movimentos das pernas, a forma clínica é a diplegia espástica, na qual o envolvimento dos membros inferiores é maior do que dos membros superiores.

Com movimentos involuntários:...
tracking img