Para raios

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1140 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE ENGENHARIA DE SÃO PAULO

JÉSSICA GONÇALVES FRANÇA

PARA-RAIOS

SÃO PAULO
2012

JÉSSICA GONÇALVES FRANÇA

PARA-RAIOS

Trabalho apresentado à Faculdade de Engenharia de São Paulo como requisito parcial para conclusão da matéria de Física Geral II (civil).

SÃO PAULO
2012
SUMÁRIO

1. CONCEITO........................................................................................................ 4
2. PRINCIPIO DE FUNCIONAMENTO .............................................................. 5
3.1 OUTROS TIPOS DE PARA-RAIOS ..................................................... 6
3. USOS E APLICAÇÕES ..................................................................................... 7
4.2 PARA-RAIOS EM AVIÕES.................................................................. 7
4.3 PARA-RAIOS EMBARCAÇÕES .......................................................... 7
4.4 PARA-RAIOS EDIFICAÇÕES .............................................................. 8
4. GENERALIDADE .............................................................................................. 9
5. BILIOGRAFIA.................................................................................................. 10



1. CONCEITO
A melhor proteção contra raios é oferecida pelo para-raios. O primeiro estudioso que testou e provou a existência de eletricidade na atmosfera e nas nuvens foi o americano Benjamim Franklin em 1752. Ele foi capaz de desenvolver o para-raios, após fazer uma experiência, porque acreditava que as nuvens,em um momento de tempestade, estivessem carregadas de carga elétrica, e que a partir dessa eletricidade eram originados os raios.

Para testar sua hipótese, Franklin executou uma experiência, hoje muito famosa, com base na qual inventou o para-raios. Durante uma tempestade, empinou uma pipa com uma vareta presa à ponta, dessa maneira pode constatar o poder das pontas de atração, ao verificarque uma parte das faíscas elétricas descia pelo fio da pipa conseguiu provar sua teoria. Criando, assim, o para-raios.
No geral o para-raios é um objeto que intercepta a corrente elétrica atmosférica e a conduz de forma segura para o solo.

2. PRINCIPIO DE FUNCIONAMENTO
Os para raios são compostos por um sistema de captação, sistema de descida e sistema de aterramento. Funcionando daseguinte maneira: o sistema de captação intercepta a corrente elétrica, os raios, e através do sistema descida essa corrente é conduzida até o sistema de aterramento onde a carga é dissipada no solo.
O para-raios funciona de acordo com um principio conhecido como “o poder das pontas”, definida pela grande concentração de cargas elétricas em regiões pontiagudas. O dispositivo é constituído por hastesmetálicas, essas hastes são colocadas no topo dos edifícios que são conectadas a terra através de cabos condutores de baixa resistividade, formando um caminho para a passagem da descarga elétrica, ou seja, para a passagem do raio.
O raio ele acontece quando a diferença de potencial entre as nuvens ou mesmo entre as nuvens e o solo, assim os átomos do ar perdem elétrons dando origem ás descargaselétricas. Quando uma nuvem eletrizada se aproxima do para-raios o ar em torno das pontas ioniza-se, tornando o para-raios condutor e dessa maneira faz com que essas descargas elétricas se processem através das pontas, e como o para-raios está ligado ao solo, a carga é transportada a terra sem causar danos.

Sistema de para-raios
2.1 OUTROS TIPOS DE PARA-RAIOS
Gaiola de Faraday: Umcondutor que é instalado nas extremidades do telhado, a Gaiola de Faraday é uma malha de fios metálicos com pequenas hastes, que recebem as descargas elétricas, e são nesses fios metálicos que as cargas são espalhadas uniformemente. Essa malha é conectada aos cabos de descida, que estão ligados às hastes de aterramento. Também é possível usar as ferragens das colunas da estrutura da construção como...
tracking img