Para compreender o modelo atomico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4137 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
XIV Encontro Nacional de Ensino de Química (XIV ENEQ)

Especificar a Área do trabalho
EA

PARA COMPREENDER O MODELO ATÔMICO QUÂNTICO
José Luis P. B. Silva1* (PQ), Maria Bernadete de Melo Cunha2 (PQ). joseluis@ufba.br.
1. Instituto de Química da UFBA, 40.170-115 - Salvador-BA; 2. Colégio Estadual Luiz Vianna, Salvador-BA.
Palavras-chave: modelo atômico, modelo quântico do átomo, ensino dequímica.
RESUMO: Este trabalho discute um arcabouço teórico considerado mínimo para a compreensão do modelo atômico

quântico e suas implicações para o ensino de química em nível médio. A estrutura conceitual básica é composta por
cinco noções a respeito de um sistema quântico: o que o caracteriza como tal; seu comportamento dual
(onda/partícula); movimento sem trajetória definida; arepresentação do estado por uma função de onda; caráter
probabilístico do seu comportamento. Procura-se mostrar que o modelo quântico do átomo pode contribuir para o
enriquecimento do ensino de química atualizando-o e incluindo aspectos epistemológicos pouco explorados
atualmente.

INTRODUÇÃO
O conceito de átomo é um dos mais importantes na química, dado seu poder
explicativo. O modelo atômicocontemporaneamente empregado na pesquisa em química deriva,
em grande parte, de conceitos oriundos da teoria quântica. De fato, ao longo do século XX, esta
teoria constituiu-se como uma orientação importante para o estudo da matéria, de modo que,
tornou-se um componente indispensável do pensamento químico atual.
Temos como pressuposto que o ensino da química no nível médio de escolaridade érelevante como mais um modo de compreender o mundo. Para tanto, é importante que os
estudantes se apropriem parcialmente do pensamento químico e estudem conhecimentos
químicos atualizados. Em trabalho recente (Silva et al., 2007), discutimos a composição dos
materiais como uma idéia estruturadora do conhecimento químico. Defendemos que o estudo da
composição dos materiais não deve se dar apenas nonível macroscópico, pois estaria se
restringindo ao conhecimento do século XVIII. Desse modo, o entendimento da composição
química deve incluir a compreensão da natureza particulada da matéria e, especificamente, o
estudo dos átomos como constituintes dos materiais. Em outras palavras, consideramos
necessário o estudo dos materiais em nível microscópico, o que implica no estudo dos átomos ede seus constituintes.
Mas, ao se falar no nível microscópico dos materiais no Ensino Médio, que modelo para
o átomo deve ser estudado? Defendemos o estudo da construção histórica do modelo atômico, de
partícula indivisível ao modelo quântico atual. Tal proposição não significa a defesa de um
ensino para a memorização dos números quânticos e/ou distribuição eletrônica nos átomos, ou
mesmo apretensão de uma abordagem matemática aprofundada do modelo, demasiada para esse
nível de escolaridade. O fato é que o modelo atômico quântico explica mais e melhor os dados

XIV Encontro Nacional de Ensino de Química (XIV ENEQ)

Especificar a Área do trabalho
EA

empíricos que os modelos que o antecederam, o que lhe confere maior relevância cultural na
atualidade, tornando-o de singularimportância para a discussão dos modelos químicos da
matéria.
As Orientações Curriculares para o Ensino Médio propõem, entre os conteúdos do
núcleo básico comum, o modelo quântico do átomo como um dos modelos de constituição das
substâncias. Sugere-se que o ensino leve ao “reconhecimento do modelo quântico do átomo
como interpretação do comportamento das partículas atômicas a partir de leis daFísica moderna
fundamentadas em princípios diferentes dos previstos pela Física clássica” (Brasil, 2006, p.113).
Apesar de discordamos da posição reducionista de tal orientação (Lombardi; Lamarca, 2005),
esta parece- nos adequada. O modelo quântico do átomo pode contribuir ainda mais para a
discussão acerca da química como atividade científica, como procuraremos demonstrar.
A discussão do...
tracking img