Para compreender a ciencia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6906 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Qualit@s Revista Eletrônica ISSN 1677 4280 Vol.1. N°1 (2011)

1

HEGEL: SUAS CONTRIBUIÇÕES AO CONHECIMENTO, SUA DISCUSSÃO SOBRE O ESTADO E A (IM)PERTINÊNCIA DE SUAS ANÁLISES PARA O ESTUDO DO ESTADO CONTEMPORÂNEO Sheyla Suely de Souza Silva, Mônica Barros da Nóbrega, Cleomar Campos da Fonseca
RESUMO Este artigo dá seqüência a um debate travado com os clássicos da Teoria Política. No primeirotexto – Aléxis de Tocqueville e os Liberais: suas idéias e os desafios da democracia frente à crise contemporânea – publicado no volume 09, edição nº 01 desta revista, discutimos as contribuições de Tocqueville no debate sobre a democracia e seus princípios de liberdade e igualdade. No texto ora apresentado discorremos sobre o legado do pensamento hegeliano, em particular, a maneira revolucionáriacomo concebia o conhecimento e o Estado. Nossa intenção é trazer os autores clássicos para o debate contemporâneo, submetendo seus argumentos a uma análise crítica quanto à consolidação das principais bandeiras revolucionárias do pensamento liberal, explicitando os limites conceituais e históricos desse processo, na perspectiva da emancipação humana. Na introdução, apresentamos os eixos centraisdo pensamento de Friedrich Hegel. No primeiro item, apresentamos dados biográficos deste pensador, que teve como focos principais do seu sistema filosófico o direito, a política e a história, enquanto esferas diversas da realização humana. Em seguida, sumariamos suas idéias sobre a constituição do Estado moderno, contrapondo-as às questões mais contemporâneas. Por fim, apresentamos nossasconsiderações finais, acreditando que a riqueza do sistema filosófico hegeliano atravessou séculos e ultrapassou os limites do tempo, influenciando teoricamente a formação de diversos pensadores na história do conhecimento. Palavras-chave: Razão, Direito, Estado ABSTRACT This article follows up a debate which saw fighting with the classics of political theory. In the first text - Alexis de Tocqueville andthe Liberals, their ideas and the challenges of democracy against the contemporary crisis - published in volume 09, issue No. 01 of this magazine, we present and discuss the contributions of Tocqueville in the debate on democracy and its principles of freedom and equality. In the text presented dealt with the legacy of Hegelian thought, particularly as conceived would revolutionize the wayknowledge and the state. Our intention is to bring the classical authors to the contemporary debate by submitting their arguments in a critical analysis of the consolidation of the main revolutionary banners of liberal thought, explaining the historical and conceptual limits of this process, the prospect of human emancipation. In the introduction, we present the central axes of the thought of Germanphilosopher Friedrich Hegel. In the first item, we present biographical data of this great thinker, who had the main focus of his philosophical system law, politics and history, while various spheres of human achievement. Then summarize your ideas about the constitution of the modern state, comparing them to some contemporary issues. Finally, we make our final remarks, believing that the richness ofthe Hegelian philosophical system crossed centuries, exceeded the limits of time, theoretically influencing the formation of many thinkers in the history of human knowlwdge. Keywords: Reason, Law, State

1. Introdução: razão, história e Estado em Hegel É com George Wilhem Friedrich Hegel, maior representante do idealismo alemão, que a razão torna-se elemento central na explicação do universo. Éda

Qualit@s Revista Eletrônica ISSN 1677 4280 Vol.1. N°1 (2011)

2

razão que tudo procede e não das crenças e mitos que antes orientavam o desenvolvimento da vida dos homens. Assim, para Hegel, o mundo real nada mais é que a exteriorização da idéia. O pensamento não depende das coisas, mas estas é que dependem dele. Logo, Razão e Estado se fundem, expressando um estágio superior de...
tracking img