Papper: a propaganda nos meios de comunicação de 1920 à 1940

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1624 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Papper: A propaganda nos meios de comunicação de 1920 à 1940

(nomes)
(nomes)
(nomes)

RESUMO

Este estudo foi elaborado como o objetivo de apresentar a história da propaganda e seus acontecimentos entre as décadas de 20 e 40. O artigo apresenta os fatos e curiosidades do período em relação a publicidade e propaganda da época. Informações relevantes sobre a evolução da publicidade epropaganda nos veículos de comunicação. Nesse período os conflitos da 1º guerra, assim como a crise de 29, deixaram suas marcas na história. As influências dos conflitos da época influenciaram a comunicação e venda nos dias atuais. Ao final da leitura, apresentaremos as características da propaganda nos meios de comunicação referentes a design, conceito e apelo.

Palavras – chave: História daPropaganda. Características. Comunicação.

Uberaba – MG
2012

ABSTRACT

This study was designed as the goal of presenting the history of propaganda and its events between the decades of 20 and 40. The article presents the facts and curiosities of the period with respect to advertising and propaganda at the time. Relevant information about the evolution of advertising and publicity in the media.During this period the conflicts of the 1st war, as well as the crisis of 29, left their mark on history. The influences of the conflicts of the era influenced communication and selling these days. At the end of the reading, we will present the characteristics of propaganda in the media regarding the design, concept and appeal.

1. Introdução

Um singular público conhece a história dapropaganda, dos veículos e suas influências externas. Este artigo tem o objetivo de contribuir para o processa de aprendizagem de futuros publicitários ou não, apresentando os fatos na década de 1920 a 1940 que foram relevantes para a construção da história da propaganda usando como instrumento de pesquisa: a bibliográfica, com artigos e textos científicos já publicados, a pesquisa eletrônica, feitaspor um grupo de alunos de sexto período do curso de publicidade e propaganda da Universidade de Uberaba. Análises de vários teóricos da comunicação serão apresentadas a seguir de uma maneira simples e de fácil acesso tanto para leigos no assunto, tanto para estudantes do curso de comunicação.

2. REVISÃO DE LITERATURA

A propaganda no Brasil da década de 20 tinha como suas principaiscaracterísticas os reclames voltados ao jornal impresso, e um pouco adiante ao rádio, instrumento esse muito utilizado na segunda guerra mundial. Antes disso, no período da primeira guerra agencias de publicidade já ganhavam força com o crescimentos industrial pós guerra. Cinco agencias faziam parte desse conjunto: A Eclética, a Pettinati, a Edanée, a de Valentin Haris e a de Pedro Didier e AntonioVaudagnoti. Nos anos 1920, elas experimentam um período de prosperidade, principalmente pelo avanço tecnológico e a chegada de empresas estrangeiras, que se tornaram clientes regulares.

A indústria automobilística instala as suas unidades de montagem no país e o seu produto torna-se um desejo de consumo. A propaganda se profissionaliza com a revolução industrial e a necessidade da venda para quea produção em grande escala não se tornasse um problema de estoque e capital parado. A propaganda afina-se com os ventos reformistas da Semana de Arte Moderna de 1922, e o consumidor é estimulado a adquirir produtos importados para seu conforto e decoração do lar. Os anúncios ainda eram muito informativos e não atingiam o foco principal.

As rádio nesse época eram influenciadas por questãopolíticas. Ainda não se atingia o objetivo, pois estes veículos eram constantemente monitorados. A programação era voltada para a educação e cultura.
Para Meneguel (2008, p. 07 apud CALABRE 2003), as programações deveriam ter como finalidade a formação educativa, científica, artística e que trouxesse benefício ao povo, ficando proibidas notícias de caráter político sem que o governo autorizasse...
tracking img