Papisa Joana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6308 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
 UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL
CAMPUS TORRES






ANÁLISE LITERÁRIA DO LIVRO “Papisa Joana” – Donna Woolfolk Cross



Ingrid Alves da Rocha Cunha








Abril de 2013
UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL
 

Ingrid Alves da Rocha Cunha 

 
(Análise Literária do livro “PAPISA JOANA" de Donna Woolfolk Cross.)
 



Trabalho apresentado ao Curso de Sociedade eContemporaneidade, parte das exigências do curso, orientado pelo professor
Luiz Carlos Garlipp.












Abril / 2013

Índice

Capa -01-
Folha de rosto -02-
Introdução -04-
Resumo -05-
Capítulo I -11-
Capítulo II -13-
Capítulo III -15-
Capítulo IV -17-
Capítulo V -19-Conclusão -24-
Bibliografia -25-



















INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como o objetivo, fazer uma análise do livro Papisa Joana, de Donna Woolfolk Cross. Nesse trabalho contém além de um resumo do livro, uma geral análise de cada personagem, também possuí três capítulos, onde estará sendo explicada como era vida cotidiana das pessoas daquela época, como amedicina era vista e influência da Igreja.
Para escrever esse livro, a autora pesquisou sobre a verdadeira história, de uma jovem chamada Joana, que supostamente teria se disfarçado de homem para poder estudar. Sem intenção, ela acaba ganhando prestígio por sua inteligência e conseguindo cada vez mais cargos com altíssima importância, chegando até mesmo a ser papa, ou melhor, Papisa.
A PapisaJoana teria sido a única mulher a governar a Igreja durante dois ou três anos, segundo uma lenda que circulou na Europa por vários séculos. É considerada pela maioria dos historiadores modernos e estudiosos religiosos como fictícia possivelmente originada numa sátira anti-papal.
Dona Woolfolk Cross pesquisou, descobriu os arquivos e achou a história transformando-a num romance, em que aventura,sexo e poder cruzam-se com maldições, guerras e conflitos religiosos.
A história se passa em 814, Idade média, além do livro publicado pela autora, vários outros arquivos fazem menções a Joana – Uma mulher ou um “homem”, papa ou papisa – Uma lenda.
Mesmo não sabendo se a história é baseada ou não em fatos reais, é possível ter uma imagem da época, o machismo era absoluto, o homem era o chefe eninguém poderia contestar, ou melhor, nenhuma mulher poderia desobedecer as suas ordens, também mostra o alto poder que a igreja tinha sobre toda. A Fé na igreja era muito mais importante que a medicina.







PAPISA JOANA – RESUMO

Joana nasceu em uma época, onde o inverno era muito rigoroso, com temperaturas muito baixas, causando muita fome e muita morte. O nascimento de Joana foi bemdifícil, a parteira acharia que seria fácil, assim como o parto de seus dois irmãos mais velhos.
Pai de Joana era religioso, achava que a parteira não deveria interferir, que a vida de sua filha e sua mulher não estava nas mãos da parteira e sim nas mãos de Deus. Mas no fim a deixou interferir e ajudar no parto de Joana, que conseguiu nascer com saúde.
Joana desde cedo se mostrava uma garotaesperta, muito curiosa, coisa que não se notava em mulheres daquela época. Sempre perguntava de seu pai e seus irmãos, que tinham ido embora depois de seu nascimento. Gudrun, mãe de Joana lhe ensinava sobre sua antiga cultura e sobre seus deuses pagãos, ato que era proibido por, segundo pai de Joana, ir contra Deus. Quando seu pai volta e descobre, bate em Gudrun na frente de Joana e faz-lherezar orações do cristianismo, Joana ficou indignada e questionou junto aos seus irmãos que lhe explicavam que segundo ensinamentos da bíblia, mulheres deveriam obedecer aos homens.
As mulheres eram conformadas com a situação, eram ensinadas para obedecer e servir os seus maridos, a sociedade era muito machista, homem que manda e mulher obedece. Joana aprendeu a ler com seu irmão mais velho,...