Papel do estado na macroeconomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1195 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O papel do governo na macroeconomia

A intervenção do Estado na economia surgiu justamente com o aparecimento da macroeconomia, isto é, um estudo econômico que versa sobre a economia como um todo e não localizado, como na teoria dos preços, da famosa competição perfeita. Nestas mesmas condições, o Estado passou de mero coordenador das atividades nacionais gerais, a uma situação de capitalistade Estado, investindo, poupando, decidindo como deve ser a economia, enfim, intervindo na estrutura econômica, de tal maneira que os ajustes econômicos eram coordenados pela intervenção do Estado, através de medidas próprias. E a crise de 1929 teve fim. Alguns países progrediram e se fomentou neste processo de acumulação e concentração, a divisão de países terceiro-mundistas, periféricos, ou,subdesenvolvidos; mas, isto decorrente de uma economia dominadora, imperialista, onde predominam e fortificam-se os poderosos na economia.
Nos países desenvolvidos a participação do Estado é mais acauteladora, se bem que faz, também, seus investimentos no processo econômico, porém, de maneira mais lenta e peculiar; todavia, deve-se salientar que existem os incentivos do Estado Nacional aos empresárioslocais, na busca de lucros econômicos excessivos, para elevar o país a um estado de imperialismo internacional. No que diz respeito ao terceiro mundo, o Estado, em verdade, é um investidor como qualquer capitalista, quando, sem embargo, o é, efetivamente, injetando na atividade econômica vultosas somas de recursos, com o objetivo de se conseguirem as suas esperadas rentabilidades comerciais. Comoqualquer capitalista individual, o Estado investe, paga mal aos seus trabalhadores, objetiva o máximo lucro possível, desemprega a sua mão-de-obra quando é necessário; e, sobretudo, visa a dominação da nação pela imposição do poder econômico. O Estado é ao mesmo tempo, o órgão que unifica politicamente a classe burguesa, pois coloca V. I. LÊNIN (1953), portanto, é um órgão de dominação de classe,um órgão de opressão de uma classe por outra, e o órgão que, por isso mesmo, garante as condições gerais para a reprodução do capital. A garantia (ou guarda) dessas condições se dá de dupla maneira: por uma parte, pela criação de condições econômicas (obras de infra-estrutura, mercado, empresa cujos produtos são necessários à reprodução do capital, porém este não pode, ou não está disposto aassumir os riscos inerentes, transferências de mais-valia entre capitais individuais, etc,) e, por outro lado, pela criação de condições que legitimam a dominação burguesa e as relações de produção capitalista, assim como pela repressão das classes ou setores de classe que potencialmente ou fato desafiam o capital, em particular os trabalhadores.
Sem dúvida, a história mostrou que o Estado não uniuas classes sociais nacionais, pelo contrário projetou os burgueses, onde essa idéia conseguiu se implantar, e pôs os trabalhadores numa servidão bem maior do que vinha antes, cujo paraíso pregado pelos socialistas ruiu de forma fragorosa.
Assim sendo, muita gente confunde o Estado com os seus governantes, tais como: um Presidente, um Governador, um Prefeito, ou qualquer coisa que o valha. O Estadoque se fala neste paper ao considerar o termo mais correto, tanto semanticamente como juridicamente, é um conjunto de leis que rege um país ou nação. É, sobretudo, uma instituição, na qual, estão assentados os costumes, a religião, o direcionamento econômico, enfim, toda condução da vida nacional, quer dizer, os três poderes regidos pela Carta Magna, ou, carta de princípios de um país qualquer;e, é por isso, que o Estado Instituição, é muito mais forte do que os simples governantes que passam, e o Estado fica. E é neste prisma de Estado Instituição, que a economia está totalmente vinculada aos seus princípios, quer se trate de capitalismo, ou, de socialismo, o Estado já tem bem definido, em seus caminhos a seguir em sua estratégia de planejamento.
Nesta visão de Economia, voltada para...
tracking img