Papel da enfermagem na assistencia a pacientes mastectomizadas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3710 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE SANTA MARIA
CURSO DE BACHARELADO EM ENFERMAGEM

PAPEL DA ENFERMAGEM NA ASSISTENCIA A PACIENTES MASTECTOMIZADAS.

FAGUNDES HENRRIQUE DUARTE
MARIA DO SOCORRO ALMEIDA DE SOLSA
PABLO LUAN PEREIRA DE SOLSA
PRISCILA LYCIA MOURA
RENATA KELLE SANTANA

CAJAZEIRAS PB
2012
FAGUNDES HENRRIQUE DUARTE
MARIA DO SOCORRO ALMEIDA DE SOLSA
PABLO LUAN PEREIRA DE SOLSA
PRISCILA LYCIA MOURARENATA KELLE SANTANA

PAPEL DA ENFERMAGEM NA ASSISTENCIA A PACIENTES MASTECTOMIZADAS.

Trabalho a professora Cleciana Cruz, referente a obtenção de nota parcial do segundo estágio da disciplina enfermagem cirúrgica I do curso de bacharelado em enfermagem da Faculdade Santa Maria.

CAJAZEIRAS PB
2012
SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO 4
2. OBJETIVOS 5
1.1 GERAL 5
3. REFERENCIALTEÓRICO 6
1.2 ANATOMIA DA MAMA 6
1.3 FISIOPATOLOGIA 6
1.4 FOTORES DE RISCO 7
1.5 INCIDENCIA 8
1.6 DIAGNOSTICO E PREVENÇÃO 9
1.7 TRATAMENTO 10
1.8 SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM 11
4. METODOLOGIA 13
5. RESULTADOS 14
6. CONCLUSÃO 15
7. REFERENCIAS 16

Introdução

O câncer de mama é atualmente é considerado é considerado um grave problema de saúdepública, devido a sua alta incidência, principalmente nas mulheres em decorrencia ao seu elevado índice de morbidade e mutilação, no qual interfere diretamente nos mais diversos aspectos da realidade feminina visto que, o mesmo quando encontrado em estado avançado a maioria das vezes necessita de tratamento cirúrgico no qual a um comprometimento da autoestima e do desenvolvimento social das mesmas.Segundo Pop (2011) diariamente 11 a 13 mulheres são diagnosticadas como portadoras da doença; na qual mata anualmente aproximadamente 1500 mulheres; e que diariamente morrem 4 mulheres vítimas de câncer da mama sendo que aproximadamente 90% desses canceres são curáveis, se forem detectados precocemente e tratados corretamente.
Por isso é necessário que aja um planejamento adequado e estratégiasnacionais visem a sua detecção precoce. Portanto, torna-se fundamental que haja mecanismos pelos quais indivíduos se motivem a cuidar de sua saúde nas quais possam encontrem uma rede de serviços quantitativamente e qualitativamente capaz de suprir essa necessidade, em todo o território nacional. O Ministério da Saúde (2002) Torna-se necessário, para enfrentar tal desafio, a adoção de uma política quecontemple, entre outras estratégias, a capacitação de recursos humanos para o diagnóstico precoce do câncer.
Portanto os serviços de saúde devem se articular de forma multidisciplinar a articulada no intuito de amenizar ou eliminar os danos decorrentes da mastectomia de forma a realizar uma assistência individualizada e sistematizada observando a mulher de forma holística, de forma a diminuir ascomplicações que advêm do tratamento. Por isso, de acordo com Porto (2011), o trabalho interdisciplinar, no atendimento a essas mulheres se faz parte crucial para que haja uma melhor eficácia no tratamento e reabilitação das mesmas por isso cabe a enfermagem o papel de orientador e facilitador para a adesão dessas para a importância do tratamento.

OBJETIVOS

Geral
* Verificar aatuação de enfermagem frente a mulheres submetidas mastectómica.

Referencial teórico

anatomia da mama

A mama é um tecido formado a partir do tecido epitelial glandular, ou seja a glândula propriamente dita (parênquima); tecido celuloadiposo e tecido fibroso (estroma) que atravessa e rodeia o tecido glandular (GRAY, 2005).
Segundo Rothrock, (2008), ela uma glândula localizada na paredeanterior do tórax, situada entre a segunda e sexta costelas, sobre o músculo peitoral, numa área do tecido mamário, chamado de cauda de Spence, estendendo-se para dentro da axila. A pele subjacente contém folículos pilosos, glândulas sudoríparas e glândulas sebáceas. A área pigmentada, à volta do mamilo, é conhecida como auréola. Esta glândula sofre diversas alterações...
tracking img