Palno de aula

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1719 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP
PÓLO DE APOIO PRESENCIAL LAVRAS
RUA José dos Reis Vilela, 3ª, Centro – Lavras – MG
(35) 3821-3051 / 9913-4069





PEDAGOGIA

FUNDAMENTOS FILOSÓFICOS DA EDUCAÇÃO



GÉSSICA DE SOUZA – RA -
LARISSA HERMINIA RODRIGUES – RA -
LUCIANNA PAIVA BOTELHO – RA –
PÂMELA MAGELA ALVES – RA -



ATPS: FUNDAMENTOS FILOSÓFICOS DA EDUCAÇÃOPROFESSOR: Dr. Potiguara Acácio Pereira

LAVRAS
2012

1. INTRODUÇÃO


A Filosofia vem ganhando um espaço cada vez maior no contexto do processo de ensino-aprendizagem o que requer, por sua vez, que se tenha em mente a importância e a necessidade de compreender a sua real interpretação, ou seja, que se busque entender a filosofia em sua totalidade, a fim de que a mesma possa favorecer, defato, a aprendizagem e o conhecimento.
Isso se mostra necessário porque, na realidade, a Filosofia apresenta certa dificuldade em ser entendida, por não haver ainda um entendimento claro e específico sobre a sua conceituação e a sua importância, o que provoca uma certa dubiedade em sua interpretação.
Diante do exposto, o objetivo do presente trabalho é buscar/fornecer informações sobre aFilosofia e seus fundamentos, a fim de facilitar a sua compreensão.




















2. RELATÓRIO FINAL


A Filosofia vem se mostrando uma disciplina importante, melhor dizendo, essencial para a compreensão da vida em sociedade, assim como a existência do ser humano em relação ao mundo e a tudo que o cerca.
A palavra Filosofia é composta de duas outras palavras de origemgrega: Filos, que significa amor, amizade, e Sofia, que traduzimos como sabedoria ou conhecimento. É a Pitágoras de Samos (571 a.C. – 496 a.C.) que se atribui a invenção da palavra. Este, quando solicitado por um rei a demonstrar seu saber, disse-lhe que não era sábio, mas Filósofo, ou seja, amigo da sabedoria.
Ainda na Grécia Antiga, e tentando definir melhor o sentido da Filosofia, Platão(428 a.C. – 347 a.C.) mostra que o amor (Filos) é carência, desejo de algo que não se tem. Logo, a Filosofia é carência, mas também recursos para buscar o que se precisa, e o filósofo não é aquele que possui o saber, mas sim quem busca conhecer continuamente.
Na verdade, a preocupação maior a Filosofia é a reflexão, tendo em vista que aborda em seu contexto elementos que geralmente sãoquestionados pelos homens durante toda a sua existência, como, por exemplo: os problemas resultantes de sua própria existência, a questão do conhecimento, a verdade das coisas e dos fatos, a importância dos valores, dentre outros.
Sendo assim, apreende-se que a Filosofia, de fato, é a disciplina que leva os homens a pensarem sobre seus atos, a reverem seus conceitos sobre determinado assunto,etc.
Melhor dizendo, pode-se entender a filosofia como o estudo dos problemas fundamentais relacionados à existência, ao conhecimento, à verdade, aos valores morais e estéticos, à mente e à linguagem e filósofo é um indivíduo que busca o conhecimento de si mesmo, sem uma visão pragmática, movido pela curiosidade e sobre os fundamentos da realidade.
A filosofia foca questões daexistência humana, mas diferentemente da religião, não é baseada na revelação divina ou na fé e sim na razão. Desta forma, a filosofia pode ser definida como a análise racional do significado da existência humana, individual e coletivamente, com base na compreensão do ser. Apesar de algumas semelhanças com a ciência, muitas das perguntas da filosofia não podem ser respondidas pelo empirismo experimental.Desidério Murcho, em um de seus artigos, alerta para o fato de que a filosofia não é uma disciplina empírica, ou seja, diferentemente de outras disciplinas, ela se realiza apenas pelo pensamento, ou, melhor dizendo, pela reflexão, tornando, portanto, o seu estudo e compreensão um pouco mais difícil e complexo.
Desidério ainda atenta para o fato de que a filosofia distingue-se de...
tracking img