Palestina x israel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1376 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Revolução Francesa

A Revolução Francesa marca o ínicio da Idade Contemporânea, pois provocou profundas transformações na vida política, social e econômica da França e do mundo da época, principalmente na Europa.
Dentro do Absolutismo dominava a total desigualdade e uma enorme crise financeira, provocada pelas guerras externas.
Essa revolução foi resultado do descontentamento dapopulação com os extremos privilégios da nobreza, do clero e da alta burguesia.
No século XVIII a França era um país agrário, com poucas indústrias.A burguesia ambicionava reconhecimento social e direitos de poder político. A sociedade estava dividida em três grupos:
1º estado - o Clero (isento de impostos - direito de explorar o ensino).
2º estado - a Nobreza (isenta de impostos - direitos feudais- cargos públicos).
3º estado - O restante da população, desde o camponeses aos ricos comerciantes.
O 3º estado era alvo dos Iluministas, como motivação contra os privilégios da minoria. Esse período de desigualdades é conhecido como Antigo Regime
Os filósofos iluministas, economistas e enciclopedistas defendiam e propagavam a liberdade individual de pensamento, ideias e liberdadesdemocráticas e os reflexos deste movimento verificaram-se na Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão.
O Reinado de Luís XVI iniciou em 1774 em meio a uma grande crise financeira, pois o Estado gastava mais do que conseguia arrecadar com impostos, e as dívidas do país eram muito altas devido aos empréstimos feitos de diversos bancos. Esse problema foi agravado com a "Guerra dos Sete Anos" que fez aFrança perder muitos territórios. A monarquia era mantida pelo clero e pela nobreza que em troca recebiam vantagens, como a isenção de impostos. Tudo isso agravava ainda mais a crise e fazia com que o Governo tivesse de aumentar ou criar impostos para o 3º estado.
O rei nomeu vários ministros com a missão de fazer reformas para sanar a crise. Os mesmo sugeriam cortes de despesas e a cobrançade impostos do clero e dos nobres, o que quase ocasionou uma revolta contra o rei por parte das classes privilegiadas que impediram a ação e diante da grave situação do Estado, o rei convocou os Estados Gerais, assembléia de representantes da nobreza, clero e povo, que não se reunia desde 1612, essa foi uma estratégia para responsabilizar todos os representantes pelo aumento de impostos sobre o3º estado.
Cada um dos três Estados (Clero, Nobreza e Povo/Burguesia), tinha direito à um voto nas assembléias, o que fez com que o Clero e a Nobreza ganhassem, conseguindo assim o aumento da cobrança de impostos.
A burguesia desejava o fim do Absolutismo para realizar reformas políticas, sociais e econômicas. Em junho de 1789 consolidou-se a Assembléia Nacional (formada pelo povo e aburguesia).
Em julho de 1789, eclodiram várias revoltas populares em Paris e no interior, mas no dia 14 de julho aconteceu a mais importante e que marca o ínicio da Revolução Francesa, a tomada de Bastilha, que era uma prisão do Estado, símbolo da política absolutista. Os guardas foram massacrados e os prisioneiros libertados.
O povo invadiu o palácio exigindo o extermínio da realeza. Então aAssembléia aboliu o Sistema Feudal e a servidão. E em 26 de agosto de 1789 aprovou a Declaração dos Direitos do Homem (inspirada na Declaração da Independência dos Estados Unidos, onde diz que a propriedade privada é inviolável e sagrada). Além disso a Assembléia confiscou grande parte dos bens do Clero para tentar reduzir os efeitos da crise e criou a primeira Constituição francesa.
O rei Luís XVIera acusado de traição, por ter fugido com a ajuda de nobres e com a ideia de reimplanar o Absolutismo na França, ele foi deposto e condenado à morte mais tarde pelos jacobinos, foi decapitado na guilhotina na Praça da Concórdia.
A Convenção (antiga Assembléia Nacional), estabelecida em 1792, demarca a segunda fase da revolução. Era em grande parte constituída de burgueses, democratas que...
tracking img