Padronização de bases

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1201 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO.
DIRETORIA DE ENSINO SUPERIOR
DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE QUÍMICA
QUÍMICA GERAL EXPERIMENTA II

Exp. 2: PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES BÁSICAS



São Luís
2012

1. OBJETIVO

Preparar, padronizar e utilizar uma solução dehidróxido de sódio.

2. INTRODUÇÃO
Quando não se tem o reagente na forma pura, como é o caso da maior parte dos hidróxidos alcalinos e de alguns ácidos inorgânicos, preparam-se inicialmente soluções que tenham aproximadamente a molaridade desejada. Depois estas soluções são padronizadas pela titulação contra solução de uma substância pura, com concentração conhecida com exatidão, chamada depadrão primário.
Um padrão primário é um composto com pureza suficiente para permitir a preparação de uma solução padrão através da pesagem direta da quantidade da substância, seguida pela diluição em um volume definido de solução. A solução que se obtém é uma solução padrão primária.
Titulação é uma técnica laboratorial que se refere à análise química quantitativa efetuada para a determinaçãode concentrações. Numa titulação adiciona-se lentamente e com agitação, o titulante, que é o reagente de concentração conhecida, ao titulado, que é a substância de concentração desconhecida, até se detectar uma variação brusca de uma propriedade física ou química, resultante da reação completa entre o titulante e o titulado.
Com a estequiometria da reação, os volumes das soluções utilizadas eumas das concentrações são possíveis determinar a outra concentração. Para isso, a adição do titulante deveria parar quando os reagentes estivessem nas proporções estequiométricas, ou seja, no ponto de equivalência, que geralmente é identificado pela adição de um reagente auxiliar, conhecido como indicador. Um indicador é um ácido fraco sensível a mudanças de pH. A fenolftaleína e o alaranjado demetila são exemplos de indicadores. O alaranjado de metila é frequentemente escolhido para ser usado em titulações por causa de sua clara mudança de coloração, já quem em pH abaixo de 3,1 apresenta coloração vermelha e em pH acima de 4,4 apresenta coloração amarela. Já a fenolftaleína também é usada com frequência em titulações. Esta em pH abaixo de 8,2 apresenta-se incolor, em pH entre 8 e 10possui uma coloração rosa e em pH entre 10 e 12 apresenta-se carmim ou roxa.
3. MATERIAIS E REAGENTES

Vidrarias e materiais | Reagentes |
Béquer de 250 mL; Suporte Universal; | Água destilada; |
Balão volumétrico 250 mL ou 500 mL; | Ácido Clorídrico (HCl); |
Bastão de vidro Garras; pisseta; | Carbonato de sódio (Na2CO3); |
Bureta 50 mL Pipetador de borracha; | Fenoftaleína |
Pipetagraduada 5 ou 10 mL; | Solução Básica de NaOH 0,1 molL1 |
Erlenmeyer 250 mL; Funil de vidro. | Solução Ácida de HCl 0; 1molL1 |

4. PARTE EXPERIMENTAL

Procedimento 1º- Preparação da solução de Ácido Clorídrico (HCl).
Preparação da solução:
Colocou-se 30 mL de água destilada na proveta para 2g de NaOH que foi despejada no Béquer e misturado com o auxilio de um bastão de vidro, asubstância começa a liberar calor (reação exotérmica) depois esperar até atingir a temperatura ambiente. Depois se colocou a solução do béquer no balão volumétrico de 500 mL com o auxilio do funil analítico e um bastão de vidro, logo em seguida completou-se a solução com água destilada até o menisco, homogeneizou-se a solução.
Titulação:
Para realização da titulação foi utilizado o ácido clorídrico deconcentração 0,1 mol/l preparado na aula anterior. Colocou-se a bureta no suporte universal para a titulação. Com a ajuda de um béquer de 10 ml transferiu-se para a bureta o ácido, em seguida abriu-se a torneira da bureta para remoção do ar e aferição da vidraria. Com o auxílio de pipeta graduada e pêra de borracha transferiu-se 25 ml da solução de NaOH para dois Erlenmeyers de 250 ml. 3 gotas...
tracking img