Oxido nitrico, endotélio e processos patologicos

Artigo de Revisão

Óxido Nítrico, Endotélio e Processos Patológicos.
*Fernando Alves da Silva
**Prof° Msc. André Luiz dos Reis Barbosa
ABSTRACT:
Nitric oxide is a gas, which mediates many phenomena, since the vasodilation mediated toxicity by macrophages. Nitric oxide is the product of a redox reaction of L-arginine catalyzed by NOS who can be constructive or induced. Endothelial cells playan important role in controlling vascular tone, vascular permeability, metabolism of endogenous and exogenous substances. The NO produced by endothelial cells plays an important role in controlling vascular resistance and platelet aggregation therefore has significant control of blood pressure and, in addition, NO is a potent inhibitor of platelet aggregation, thereby preventing thrombusformation and consequently, thrombosis. It is clear participation of NO in pathological events such as hypertension and thrombosis, but the main argument is that NO has a biphasic role in platelet activation, although at low concentrations stimulates platelet activation, and high concentrations, inhibits platelet activation. Conclusion, the beneficial action of NO on BP control and formation of thrombusis established and closely linked to an intact endothelium, which guarantees a sufficient bioavailability of NO that can act in the maintenance of hemostasis.

Keywords: nitric oxide, endothelium, hypertension, exercise and stroke.

Ouvir
Ler foneticamente
Resumo:

O óxido nítrico é um gás, que medeia vários fenômenos, desde a vasodilatação a toxicidade mediada por macrófagos. O óxidonítrico, é o produto de uma reação redox da L-arginina catalisada pelas NOS que podem ser: constitutiva ou induzida. As células endoteliais desempenham um papel relevante no controle do tônus ​​vascular, permeabilidade vascular, metabolismo de substâncias endógenas e exógenas. O NO produzido pelas células endoteliais desempenha um importante papel tanto no controle da resistência vascular e agregaçãoplaquetária, por isso, tem controle significativo da pressão arterial e, além disso, o NO é um potente, inibidor da agregação plaquetária impedindo assim formação de trombos e conseqüentemente, trombose. È clara a participação do NO nos eventos patológicos como: hipertensão e trombose, mas a principal discussão é em relação ao NO ter um papel bifásico na ativação plaquetária, onde em baixasconcentrações estimule a ativação plaquetária, e altas concentrações, inibe a ativação plaquetária. Conclusão, a ação benéfica do NO sobre controle da PA e formação de trombo estar estabelecida e estreitamente ligada a um endotélio integro, o que garante uma biodisponibilidade de NO suficiente que possa atuar na manutenção da hemóstase.

Unitermos: óxido nítrico, endotélio, hipertensão, exercício etrombose.

.

Introdução

Óxido Nítrico (NO) é um gás, incolor, simples, encontrado no ar atmosférico, altamente tóxico devido à presença de um elétron extra em sua camada de valência, que torna um agente químico altamente reativo, principalmente na presença de oxigênio molecular (O2) e o ânion superóxido. Possui um tempo de T 1/2 meia-vida curto entre 5 á 30 seg., solubilidade moderada emágua. Segundo (Marletta, 1988), o NO é um produto da reação de oxirredução da L-arginina, um aminoácido semi-essencial produzido no organismo. As células endoteliais desempenham relevante papel no controle do tônus vascular, a permeabilidade vascular, o metabolismo de substâncias endógenas e exógenas e a atividade plaquetária e leucocitária. Furchgatt e Zawasdski foram os principais pesquisadores ademonstrar a importância do endotélio no controle do tônus vascular, esses autores relataram que a vasodilatação induzida pela acetilcolina (Ach), era dependente da presença de um endotélio íntegro, e que as células endoteliais liberavam um fator de relaxamento, denominado fator de relaxamento derivado do endotélio (EDRF). (Zago, et al, 2006)

O NO produzido pelas células endoteliais...
tracking img