Outro combate outra paz

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (878 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Outro combate outra paz

“é preciso distinguir o combate contra o Outro e o combate entre Si. O combate-contra procura destruir ou repelir uma força, mas o combate-entre(...)é o processo pelo qualuma força se enriquece ao se apossar de outras forças somando-se a elas num novo conjunto, num devir (...).
a guerra é somente o combate-contra, uma vontade de destruição”
“(...)mais profundamente,o próprio combatente é o combate, entre suas próprias partes, entre as forças que subjugam ou são subjugadas, entre as potências que exprimem essas relações de força” - deleuze

somos a geração domeio. viemos depois da segunda guerra e da ditadura. nem nazis nem milicos para lutar-contra, nem democracia nem revolução. o hiato.
o que temos neste tempo para nós é um combate espiritual, masimanente.

“e num plano frio e calculado resolveu que sua primeira luta devia ser consigo mesmo. pois se ele queria reconstruir o mundo, ele próprio não servia...se queria, como último termo final deseu trabalho chegar aos outros homens - teria antes que terminar de destruir totalmente seu modo de ser antigo’ - clarice

nós somos os membros do clube da luta, e estamos aprendendo que

“ohomem dionisíaco gosta não somente do espetáculo do horrível e do inquietante, mas ama o fato terrível em si mesmo e todo luxo de destruição, de desagregação, de negação; a maldade, a insanidade, o feiolhe parecem permitidos em toda espécie, como conseqüência de uma superabundância que é capaz de fazer, de cada deserto, um país fértil.” - nietzsche

e o horrível está aí: a guerra civilnão-declarada num país onde por mês morrem assassinadas o total de vítimas do atentado ao world trade center. uma ordem mundial que segrega, exclui e elimina milhões de diferentes que não podem consumir nemdiscordar.

“É a guerra da potência mundial contra tudo que possa resistir, escapar.”(Baudrillard)

“árabes e nômades chamam o saara de el khela, o nada, de tanesruft, o país do medo”- clarice...
tracking img