Os yanomami, a guerra dos barbaros e o papel desempenhado pelo forte dos reis magos no processo de invasao e povoamento do territorio potiguar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4474 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIENCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE – IFRN
CURSO TECNICO DE NIVEL MEDIO INTEGRADO EM INFORMATICA

LUAN DE SOUZA FIGUEREDO
MARCIULA COUTINHO GORGONIO MADRUGA
RANDERSON LUIZ DE OLIVEIRA PINHEIRO
SAMUEL DE FREITAS GOMES
VICTOR JARA FERNANDES BEZERRA





OS YANOMAMI, A GUERRA DOS BARBAROS E O PAPEL DESEMPENHADO PELO FORTE DOS REIS MAGOS NOPROCESSO DE INVASAO E POVOAMENTO DO TERRITORIO POTIGUAR

NATAL
2012
LUAN DE SOUZA FIGUEREDO
MARCIULA COUTINHO GORGONIO MADRUGA
RANDERSON LUIZ DE OLIVEIRA PINHEIRO
SAMUEL DE FREITAS GOMES
VICTOR JARA FERNANDES BEZERRA

OS YANOMAMI, A GUERRA DOS BARBAROS E O PAPEL DESEMPENHADO PELO FORTE DOS REIS MAGOS NO PROCESSO DE INVASAO E POVOAMENTO DO TERRITORIO POTIGUAR

Trabalho apresentado aoInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – IFRN, como requisito parcial para obtenção da nota do segundo bimestre da disciplina de Geografia.

ORIENTAÇAO: Professora Msc Maria Luiza Galvão










NATAL
2012
INTRODUÇÃO


Partindo de uma perspectiva na qual podemos nos questionar sobre diversos conteúdos envolvendo a história e ageografia tanto do Rio Grande do Norte quanto do Brasil, é possível construir uma relação entre algumas das muitas questões que podem ser abordadas dentro desse contexto. Desse modo, esse trabalho de pesquisa abordará os seguintes conteúdos: o papel do Forte dos Reis Magos no processo de invasão e povoamento do território potiguar, a guerra dos Bárbaros e um breve relato sobre a cultura dos índiosYanomami.
A partir da leitura da abordagem construída no decorrer desse trabalho e realizando-se uma análise crítica sobre tais conteúdos supracitados anteriormente, é possível relacioná-los em uma visão que envolve toda a questão indígena no nosso país e os processos de invasões não só do território potiguar, como também de todo o Nordeste brasileiro, partindo de um dos primeiros grandesmovimentos de interiorização ocorridos no Brasil no século XVII.
















PAPEL DESEMPENHADO PELO FORTE DOS REIS MAGOS DURANTE A INVASÃO E POVOAMENTO DO TERRITÓRIO POTIGUAR


A fortaleza foi o marco inicial da cidade — fundada em 25 de Dezembro de 1599 —, no lado direito da barra do rio Potengi (hoje próximo à Ponte Newton Navarro). Recebeu esse nome emfunção da data de início da sua construção, 06 de janeiro de 1598, dia de Reis pelo calendário católico.
A construção demorou 30 anos. O forte foi construído sobre os arrecifes, para garantir que o embasamento fosse sólido; foram utilizados principalmente cal, areia, óleo de baleia, bronze e grandes pedras de granito trazidos de Portugal.
O arquiteto, que era também o padre da missãoportuguesa, chamado Gaspar de Samperes, adotou o estilo que era o convencional da época: um forte de cinco pontas, esse formato de estrela permitia que ele abrigasse canhões em suas pontas, facilitando assim, se defender de ameaças que viessem de todas as direções. O forte tinha vistas para o oceano, o rio Potengi, as matas e o que veio a se tornar a cidade de Natal.
O forte foi dominado pelosholandeses de 1630 a 1654, quando foi retomado pelos portugueses. Além desse episódio, o forte teve presença histórica em outros momentos; por exemplo, o forte foi usado como prisão pelos portugueses para confinar os que tentavam a Independência, e a seguir foi utilizado pelos brasileiros para confinar os rebeldes portugueses.
Teriam sido oito as Companhias Flamengas que vieram para a ocupação – quatrode fuzileiros e quatro de mosqueteiros –, totalizando 808 homens e quinze embarcações, entre iates e chalupas. No mesmo relato, a Fortaleza conta com 85 homens: ululante desvantagem. Comandavam os flamengos o Almirante Jean Cornelissen Lichthard e Matias van Keulen, cujo sobrenome passaria a nomear a principal morada dos conquistados.
A esquadra holandesa deixou Recife na madrugada do dia 5...
tracking img