Os vírus são parasitas intracelulares obrigatórios

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (276 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Um vírus não é capaz de se multiplicar, exceto quando parasita uma célula de cujas enzimas se utiliza para a síntese das macromoléculas que vão
formar novos vírus. Eles nãopossuem todas as enzimas e nem as estruturas necessárias para a fabricação de outros vírus. São, portanto, parasitas intracelulares obrigatórios. Na verdade, os vírus são parasitasmoleculares, pois induzem a maquinaria sintética das células a sintetizar as moléculas que vão formar novos vírus em vez de produzir moléculas para a própria célula.

Os vírus que atacamas células animais não atacam as vegetais, e vice-versa. Distinguem-se, pois, os vírus animais e os vírus vegetais. Há, porém, alguns vírus vegetais que, invadindo-as,multiplicam-se nas células de insetos disseminadores desses vírus de uma planta para outra. Os vírus das bactérias são chamados bacteriófagos, ou simplesmente fagos.

Cada vírus é formadobasicamente por duas partes: (1*) uma porção central que leva a informação genética, isto é, um genoma constituído de ácido ribonucléico ou desoxirribonucléico, no qual estão contidas, emcódigo, todas as informações necessárias para a produção de outros vírus iguais; e (2*) uma porção periférica, constituída de proteínas, que protégé o genoma, possibilita ao virusidentificar as células que ele pode parasitar e, em certos vírus, facilita a penetração nas células. Alguns vírus contêm ácido ribonucléico (RNA), enquanto outros contêm ácidodesoxirribonucléico (DNA). Os dois tipos de ácidos nucléicos jamais estão presentes no mesmo tipo de vírus.
Certos vírus maiores e mais complexos apresentam um invólucro lipoproteico. Aparte lipídica desse invólucro originase das membranas celulares. Mas as proteínas (glicoproteínas) são de natureza viral, isto é, são codificadas pelo ácido nucléico do vírus.
tracking img