Os turbulentos anos de weimar: a cultura em questão

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3137 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
OS TURBULENTOS ANOS DE WEIMAR: A CULTURA EM QUESTÃO

Monique Mendes Silva
moniquemendes_9@hotmail.com

RESUMO

O presente artigo apresenta o tema da interação contínua e tensa da cultura com a sociedade alemã nos anos da República de Weimar (1918-1933), destacando a importância da história intelectual no entendimento do desenrolar dos acontecimentos que culminaram na ascensão do nazismoao poder. Nesse viés, analisa-se o caminho do discurso modernista de redenção sociocultural presente na proposta da República ao aparecimento de uma faceta reacionária do modernismo que atinge seu ápice na incorporação pelo nacional-socialismo, através da discussão das obras de Peter Gay e Jeffrey Herf.

PALAVRAS-CHAVE: Repúbica de Weimar. Cultura. Modernismo. Modernismo Reacionário.

AREPÚBLICA DE WEIMAR: DA PROMESSA À DESILUSÃO
Peter Gay em sua obra A Cultura de Weimar (1978) nos fala acerca da produção cultural dos anos do estado alemão surgido ao final da Primeira Guerra Mundial, conhecido pelo termo República de Weimar, caracterizados pela presença da manifestação modernista, por um espírito de rebeldia na arte, na literatura e no pensamento e pela intensa criatividade em umcontexto social de dificuldades e sofrimento. Weimar nasce em 1918 como a esperança de um novo começo, como a tentativa de fortalecimento e renovação da sociedade alemã através do caminho cultural e humanista. O ideal de Weimar estaria caucado na busca pela novidade e pelas raízes, ideal este que teria surgido antes mesmo da criação da República, nos anos da Alemanha imperial, onde o modernismoalimentava-se da oposição hostil a ele ressaltando a necessidade de renovação do homem em um cenário de destruição dos laços da cultura germânica, consequência da Primeira Grande Guerra. Nas palavras de Walter Gropius, criador da Bauhaus, uma das mais importantes expressões do estilo Weimar, o tempo representava “mais do que a perda de uma guerra, um mundo chegara ao fim”. Era preciso buscar umasolução radical para aqueles problemas. (GAY, 1978, apud GROPIUS e FITCH,?, p.22).
A proposta modernista de Weimar, de revolução estética e conceitual da modernidade, e a própria ideia de instauração de uma República frente à percepção de crise social, no início obteve amplo apoio da camada intelectual alemã, que encontrou na revolução o lugar de sua livre expressão. Segundo Gay (1978) a revoluçãofez surgir o entusiasmo de Bertold Brecht, reflexo da revolta pelos anos de massacre. Brecht, ao lado de Kurtweill – criador da famosa “Ópera de Três Vintens” -, Alban Bug, Paul Hindemith, expressa o desfastio do Expressionismo frente à República proclamada. Os expressionistas, assim como os círculos intelectuais da Alemanha em geral, angustiados e incertos quanto aos valores que marcavam aquelasociedade, apoiaram firmemente a revolução, pois viram nela a possibilidade de tornar novas todas as coisas. “O futuro da arte e a seriedade desta hora nos força, a nós, revolucionários do espírito (expressionistas, cubistas, futuristas), a uma unidade e cooperação íntimas”. (GAY, 1978, apud MYERS, 1966, p.122). O filme dirigido por Robert Wiene, “O Gabinete do Dr. Caligari”, que lança moda entreos filmes expressionistas e que ao lado de Bauhaus personifica o espírito de Weimar, retrata uma Alemanha sinistra e cruel, na intenção de desmascarar a total insanidade e brutalidade da autoridade e da guerra, num apelo impaciente por reformas urgentes. Contra os horrores da guerra, os expressionistas caminhavam na busca por um novo dia e por um novo homem. Com a chegada da República, o temamais retratado passa a ser o da revolta do filho contra o pai, como era vista a revolução que instaurou Weimar.
Os primeiros suspiros da República são assim caracterizados pelo espírito expressionista do desejo veemente de transformação da vida tanto nas artes quanto na própria política. Esperanças similares no papel redentor da revolução surgiam de diferentes perspectivas. Segundo Gay (1978),...
tracking img