Os sete continentes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1008 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Evolução dos conceitos geológicos

As ciências geológicas estiveram em evidências nas últimas décadas, comparando-se a uma revolução nas áreas da Astronomia, Biologia e Física e seus responsáveis por cada uma delas.
Sendo um conceito de separação continental, pode-se afirmar que é uma teoria alemã no conceito, Wegeneriana.
A origem e desenvolvimento da terra têm chamado àatenção de outros cientistas de vários campos de atuação, onde estes se uniram para um estudo das Bacias oceânicas e a Lua, dando ênfase ao estudo interdisciplinar das áreas.
A Marinha ganha um destaque nos estudos da Crosta da Terra na década de 60, estudos oceanográficos sísmicos, onde se estuda as ondas sísmicas, essas por sua vez são chamadas de Ondas Elásticas, que se propagam causandodeformações. A marinha chega a caracterizar que novos assoalhos aceânicos se formaram em cadeias meso-oceânicas causadas pelos movimentos de enormes blocos.
O conceito de expansão do assoalho oceânico tem se tornado aceito diante dos estudos de Weneger.


Primeiros conceitos;

Fatores geológicos primariamente á isoladas observações, somente nos séculos XVI e XVII surgem algunsprincípios fundamentais geológicos estabelecidos exatamente para o desenvolvimento da Terra e da Vida. Os filósofos destes séculos viam a Terra como uma dádiva divina.
Aristóteles no século IV a.C., percebeu a importância da água, de acordo com os seus estudos ele chega a pensar que o deslocamento de sedimentos causava a elevação do nível do mar.
No período em que Strab, um grego queviveu na Ásia Menor, determinou que a Terra fosse elevada por seguidos terremotos e que este acontecimento deu uma forte contribuição para a formação da Terra. Neste período a Europa estava mais preocupada com os invasores do que as causas da ciência.
Porém, no século XI d.C., o filósofo Avicenna, discordava de Aristóteles, e dizia que a formação das montanhas tinham belas formas causadaspelos ventos e pelas águas correntes de enchentes.
Leonardo da Vinci reconheceu a natureza orgânica dos fósseis e que a Terra teria sido elevada e o nível mar abaixado.

Princípios de Steno ( século XVII )
Ele fez um estudo na região da Toscana na Itália em 1669, essa região é montanhosa, e ele destacou que, estratos sedimentares depositaram camada sobre camada. Porém, essas camadasficaram conhecidas como superposição e princípios da original horizontalidade.
Geólogos chegaram a concluir que, pudessem ver a idade dos estratos no reconhecimento de rochas deformadas. Hoje esses princípios são aceitos, pois na época em que Steno descobria tais coisas tão importantes foi rejeitado por seus contemporâneos.

Catastrofismo;

Catastrofistas acreditavam que grandes terremotos,maremotos, enchentes, meteoritos e cometas causassem a deformidade da Terra. Já no século XIX a igreja e cientistas acreditavam que a Terra havia sido criada em pouco mais de milhares de anos. Ainda que outros acreditassem em certo escrito da “Bíblia” o dilúvio. Fundamentaram que as rochas foram remanescentes de organismos mortos. Outros apresentam as dificuldades de aparentes mudanças nosfósseis de camadas velhas ou novas com apenas uma enchente “o dilúvio”.
Para Willian Buckland, teologista, acreditava na hipótese de mais de duas enchentes mundiais do dilúvio original. George Cuvier, paleontólogo de vertebrados na época, foi um catastrofista influente na Europa e na América do Norte,acreditava mais num episódio espontâneo do que gradual.
Conclusão, terremotos causam rachaduras naTerra, geralmente maior do que poucos metros e as enchentes são comuns, mas sempre limitadas em extensão, jamais envolve um continente inteiro e muito menos a Terra toda.

Netunistas;

O Professor da Academia de Mineração de Freiberg, Alemanha, Abraham Wemer, acreditava que erupções foi de menor importância e foram causadas pela queima de camadas de carvão no “flotz”
Ele descrevia que a...
tracking img