Os pecados no trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4348 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
OS PECADOS NO TRABALHO

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 4

1 OS PECADOS CAPITAIS NO AMBIENTE DE TRABALHO 5


2 PREGUIÇA E GULA 7


3 GANÂNCIA 9

3.1 como funciona a mente do ganacioso 9
3.2 no trabalho 9
3.3 dentro das empresas 9
3.4 onde ela se manifesta 10
3.5 como superar 10

4 SOBERBA 11

4.1 armadilhas do ego: RACIOCÌNIOS ORGULHOSOS DOS PROFISSIONAIS 12

5 ira 135.1 cinco passos para se livrar da raiva 13

6 inveja 14

6.1 inveja no trabalho 14

7 intolerância 15

7.1 a dificuldade de lidar com quem é diferente 15
7.2 como não ser intolerante 16
7.3 quem são os intolerantes 16
7.4 a maior estupídez humana: a intolerância 16

8 ostentação e luxuria 18


CONSIDERAÇÕES FINAIS 20

REFERÊNCIAS 21

INTRODUÇÃO


Quemnunca teve um ataque de ira? E quem, mesmo sabendo do seu erro, preferiu apostar no orgulho e não pedir desculpas? Afinal, os pecados capitais fazem parte do nosso dia a dia. Vamos começar a entender como os pecados estão relacionados aos nossos vícios, vícios esses que causam transtornos ainda mais no ambiente de trabalho. O que iremos abordar está relacionado aos pecados do trabalho, situaçõesque tornam o mundo profissional mais complicado de se trabalhar.
.
























OS PECADOS CAPITAIS NO AMBIENTE DE TRABALHO




As empresas atualmente têm muitos desafios, ainda mais em um momento de mudanças de cenários tão significativos e perturbadores. Um desses desafios é ter seus colaboradores devidamente preparados e capacitados emuma das principais competências do profissional moderno a comunicação.
O papel do colaborador é justamente participar do “time” e se relacionar com os outros na empresa. E ele precisa saber como manter uma relação de convivência diária com seus colegas de trabalho, já que um bom relacionamento interno é um fator estratégico para seu sucesso profissional e para o sucesso da empresa.Conhecer a si mesmo é a primeira etapa de uma vida equilibrada, e por consequência, de uma comunicação eficiente. É preciso fazer uma reflexão profunda de como é a nossa interação com o mundo e conosco: a forma de interpretar fatos, de compreender o próximo, de adquirir o conhecimento, de tratar as pessoas.
Pensando no processo de comunicação, quando falamos, achamos que o outro estárecebendo a nossa mensagem sem interpretação pessoal; entretanto, esquecemos que o nosso interlocutor adiciona significados. Ele reelabora o que apresentamos baseado nas suas experiências e referências. Além das palavras, usamos a linguagem não verbal, gestos e expressões para transmitir sentimentos, ideias, intuições, valores e crenças pessoais. Nossa comunicação verbal e não verbal é a representaçãodo nosso mundo interior interagindo com o exterior, que se confronta com a representação do mundo do nosso interlocutor.
No contexto de uma empresa, cada pessoa precisa avaliar seu relacionamento com os funcionários de diferentes setores da companhia: saber lidar com a gerência, a diretoria e os mais diversos departamentos, muitas vezes envolvendo fornecedores e parceiros. Ser umprofissional proativo, comunicativo e perspicaz vai ajudar a evitar os sete pecados capitais ao se comunicar no trabalho. Eles foram inspirados nos sete pecados capitais e nas suas respectivas contrapartidas, as sete virtudes sagradas. Classificados por São Tomás de Aquino (1225-1274), os mais conhecidos são nos dias atuais são: gula, luxúria, ganância, ira, inveja, soberba, ostentação, preguiça eintolerância.
E se durante a Idade Média o indivíduo era condenado ao cometer uma falha, hoje em dia o ser humano é visto como multidimensional e em constante evolução. Todos cometemos erros, porém, o que não devemos é permanecer neles. Na vida moderna, parte do avanço conquistado vem do aprendizado proporcionado pelas vivências e treinamentos corporativos. Durante a carreira profissional, e no...
tracking img