Os paradigmas no mundo do trabalho na era da globalização

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7729 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
OS PARADIGMAS NO MUNDO DO TRABALHO NA ERA DA GLOBALIZAÇÃO
Josecleto Costa de Almeida Pereira *
Sumário: Introdução. 1. Paradoxos da Globalização. 2. As Novas Tecnologias. 3. O Mundo do Trabalho. Conclusão. Referências.

Resumo: O presente artigo objetiva apresentar, de maneira pontual, as transformações da economia global e seus reflexos no mundo do trabalho, bem como focalizar as novastecnologias como um processo de transformação política, social e cultural do nosso tempo.

Abstract: The present article aims to present, in a punctual manner, the changes in the global economy and its reflexes in the sphere of labor, as well as to focus new technologies as a process of political, social and cultural change of our times.

Palavras-chave: Globalização — Novas Keywords: Globalization— New Tecnologias — Neoliberalismo — Technologies — Neoliberalism — Precariousness of Labor — Trade-unionism. Precarização do Trabalho — Sindicalismo.

Introdução

C

onstata-se nesse início de terceiro milênio um período de profundas transformações nos planos econômico, político, social e cultural, com reflexos no mundo do trabalho. Vê-se que no mundo globalizado os fluxos de informaçõestêm afetado todos os países, empresas, indivíduos, movimentos sociais e sindicais, em face da aceleração das transações econômicas e financeiras que ultrapassam as fronteiras nacionais. Assim, está-se presenciando o fortalecimento do capital financeiro internacional, com suas implicações em todos os aspectos da vida contemporânea.

*

Mestre em Direito. Professor Adjunto IV do Curso de Direitoda Universidade Federal de Santa Catarina.

Revista Seqüência, n.º 46, p. 51-75, jul. de 2003

O fato é que as redes de comunicação recobrem todo o globo com uma rapidez fantástica, tornando instáveis as economias nacionais dependentes dos fluxos de capital. A economia tende a se consolidar como uma economia digital, e uma das conseqüências desse novo paradigma econômico e produtivo baseado nainformação são os excluídos da realidade digital. A pós-modernidade, aqui compreendida como uma postura descomprometida em face das transformações profundas ocorridas na ordem socioeconômica, tem levado o homem a uma competição predatória, fruto da eliminação do humanismo e da solidariedade. Mergulha-se num labirinto de incertezas, apesar do avanço das novas tecnologias e da sociedade dainformação. Por conseguinte, verifica-se que a mobilidade do capital internacional tem produzido uma precarização devastadora dos direitos sociais básicos da cidadania e dos direitos dos trabalhadores. Tem-se observado que o velho liberalismo despido de ética vê as pessoas como mercadorias, e essa lógica tem dominado os países detentores do poder político e econômico do planeta em detrimento da grandemaioria das nações, provocando muito desemprego e o aumento das desigualdades sociais.

1. Paradoxos da globalização
O mundo contemporâneo vive uma profunda revolução das novas tecnologias de informação, e o que se destaca nesse processo é o uso do computador como instrumento fundamental da comunicação, da economia e dos poderes. Com a globalização se potencializa a crescente comunicação e conexãoentre as estruturas econômicas e políticas de diversos países do mundo. Esse processo traz impactos devastadores aos países chamados periféricos e em vias de desenvolvimento, ou seja, a globalização manifesta-se de forma assimétrica e, com isso, deixa mais vulneráveis todas as nações que não assimilam as novas tecnologias que as empresa multinacionais possuem. 52

Além disso, a globalização nãopode ser vista apenas como um fenômeno econômico, mas como um processo complexo que tem afetado profundamente o mercado de trabalho de forma desigual em todas as nações do planeta. Nesse contexto, as sociedades modernas caminham para um mundo de incertezas, apesar da chamada terceira revolução tecnológica das últimas décadas, com uma globalização que aumentou a discrepância social no acesso...
tracking img