Os pais da igrjea

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6841 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE APLICADA DE TEOLOGIA E FILOSOFIA












OS PAIS DA IGREJA

ROBERTO SILVA DE SOUZA






























MARICÁ – OUTUBRO
2012

ROBERTO SILVA DE SOUZA








TRABALHO SOBRE OS PAIS DA IGREJA







[pic]

Orientador: Jorge Luiz velloso


















MARICÁ –OUTUBRO
2012
SUMÁRIO



Introdução.....................................................................................................................4/5

Os Pais da Igreja..............................................................................................................6

Os PaisApostólicos..........................................................................................................6

Os Pais Apologistas..........................................................................................................8

Os Pais Pós-Nicenos (Teólogos Científicos)...................................................................8

Preeminência Ocidental................................................................................................11

PreeminênciaOriental..................................................................................................12

Biografias de Alguns Pais da Igreja.............................................................................13

Bibliografia (Referências).............................................................................................19Conclusão.......................................................................................................................20



























INTRODUÇÃO

Neste trabalho estaremos estudando sobre alguns destes “Pais da Igreja”, é um resumo daquilo que realmente viveram em suas épocas.
O título “Pai”, aplicado historicamente a alguns líderes cristãos, surgiu devido à reverência quemuitos nutriam pelos bispos dos primeiros séculos. A estes chamavam carinhosamente de “Pais” devido ao amor e zelo que tinham pela Igreja, mais tarde, porém, este termo foi sacralizado pelos escritores eclesiásticos, por volta de 1073 Gregório VII reivindica com exclusividade o termo “PAPA”, ou seja, “Pai dos pais”.
Ele tem sua originalidade na Igreja do Ocidente, do século II. Os “PaisApostólicos" foram homens que tiveram contato direto com os apóstolos, ou que foi citado por alguns deles. Para três indivíduos - Clemente de Roma, Inácio e Policarpo - esta titulação é regularmente aplicada. Principalmente Policarpo, para o qual existem evidências de contato direto com os apóstolos.
No final do século I morre em Éfeso o último dos apóstolos, João, após ter servido ao seu mestrefielmente durante toda sua vida é agora recolhido ao seu lado no lar celestial. Terminava assim a era apostólica. Mas Deus já havia preparado homens capazes para cuidar do seu rebanho. Começa um período novo para a igreja, a obra que os apóstolos receberam de seu Salvador e a desenvolveram tão arduamente acha-se agora nas mãos de novos líderes que tinham a incumbência de desenvolver a vidalitúrgica da igreja como fizeram aqueles. O período que comumente é chamado de pós-apostólico é de intenso desenvolvimento do pensamento cristão. Por isso é de suma importância analisar a doutrina dos chamados “Pais da igreja”, pois eles foram os responsáveis pelo povo de Deus daquela época e pela teologia que construíram, sendo que até hoje serve de base para a Igreja. Do século II até o século IV, nomescomo o de Clemente de Roma, Clemente de Alexandria, Inácio de Antioquia, Policarpo, Justino o mártir, Irineu de Lião, Origines, Tertuliano e outros, que foram os responsáveis por transmitir os ensinamentos bíblicos, merecem não pouco reconhecimento por sua fé, virtude e zelo que nutriam pelo corpo de Cristo na terra - a Igreja. Entretanto, devemos lembrar que mesmo homens como esses não...
tracking img