Os movimentos sociais – formas de organização e resistência dos trabalhadores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1831 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Os movimentos Sociais – Formas de organização e resistência dos trabalhadores

São Cristovão
2009
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Chistian Dantas
Gabriel Machado Pasqualino
Márcia Regina
Rebeca Oliveira S. Barreto

Os movimentos Sociais – Formas de organização e resistência dos trabalhadores

São Cristovão
2009

SUMÁRIO

1. Introdução 42. Ação Coletiva 5
3. Teoria do Colapso. ( Márcia) 6
4. Teoria da Solidariedade 6
5. Teoria dos Novos Movimentos Sociais 7
6. História dos Movimentos Sociais 8
7. Conclusão 8
8. Referências Bibliográficas 8

Introdução

O objetivo deste trabalho é oferecer uma clara percepção do significado dos movimentos sociais, as teorias que os envolve com aTeoria da Ação Coletiva, Teoria do Colapso, Teoria da Solidariedade que é uma variante da Teoria do Conflito e a abordagem mais influente sobre o assunto desde os anos de 1970, a história dos movimentos Sociais e as Novas Teorias dos Movimentos Sociais.
É importante lembrar que GHON,1997 faz algumas interrogações àqueles que estudam a problemática dos movimentos sociais, ao perguntar-sesobre o papel dos movimentos sociais na atualizada e o que ocorre de fato quando uma ação coletiva expressa nos movimentos sociais se institucionaliza.
Um sociólogo francês Alain Touraine, tornou-se muito conhecido por ter sido o pai da expressão “sociedade pós-industrial”. Suas teorias são baseadas na sociologia de ação ou o acionalismo dos atores coletivos. Touraine acredita que a sociedademolda o seu futuro através de mecanismos estruturais e das suas próprias lutas sociais. Ele também é o dono de uma das duas definições conceituais clássicas do que são movimentos sociais, que é a de controle de ação histórica, ou seja, ação conflitante dos agentes das classes sociais.
A outra definição pertence ao sociólogo espanhol, Manuel Castells. Para ele, movimentos sociais são sistemasde práticas sociais contraditórias de acordo com a ordem social urbana/rural, cuja natureza é a de transformar a estrutura do sistema, seja através de ações revolucionárias ou não, numa correlação classista e em última instância, o poder estatal.
A ideia de movimentos sociais de Alain Tourine, busca demonstrar a existência, no interior de cada grupo societal, de um conflito central,parte-se da separação entre o universo econômico e o universo cultural. Esse rompimento acarreta a degradação tanto de um como de outro e ameaça a unidade da personalidade individual.
Embora as abordagens sejam distintas e heterogêneas, não podemos deixar de explanar. Não há movimentos sociais “bons ou maus”, todos eles são sintomas de nossas sociedades e todos causam impacto nas estruturassociais, em diferentes graus de intensidade e resultados distintos que devem ser determinados por meio de pesquisa

2. Ação Coletiva

Este termo foi difundido por Olson, que o utilizou para discutir o comportamento típico de um indivíduo utilitarista, isto é, que age segundo seu próprio interesse, buscando sempre maximizar seu benefício pessoal dentro de associações organizadas. Para Olson, oobjetivo das associações, sejam elas de moradores de um bairro, sindicatos ou clubes é sempre promover os interesses comuns de seus membros. Todos eles são tratados da mesma maneira pela organização, o que significa que quando um resultado é alcançado pela associação, nenhum de seus membros pode ser excluído dos benefícios trazidos por ele.
Essa argumentação segue a seguinte linha de raciocínio:primeiro é preciso admitir que, por mais variados que possam ser os desejos humanos, eles podem ter pontos em comum; num segundo momento, os homens reconhecem ter interesses comuns, o que Marx chamaria de adquirir “consciência”; a partir desses interesses comuns os homens planejam uma atuação coordenada para alcançá-los. Esta atuação coordenada que tem origem num reconhecimento consciente de...
tracking img