Os miseraveis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3052 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário
1 Escritor Victor Hugo e Resumo 2
2 Introdução 3
3 Osmiseráveis e comunicação empresarial 5
3.1 Jean Valjean junto a Comunicação 5
3.2 Bispo Monsenhor Benvindo junto a Comunicação 7
3.3 Tio Madeleine junto a Comunicação 8
3.4 Inspetor Javert junto a Comunicação 10
4 Conclusão 12
5 Bibliografia 13
5.1 Livro 13
5.2Internet 13











































Escritor Victor Hugo e Resumo

Les Misérables “Os Miseráveis” é uma das principais obras do escritor francês Victor Hugo que foi um novelista, poeta, dramaturgo, ensaísta, artista, estadista e ativista pelos direitos humanos francês de grande atuação política em seu país, Victor Hugo é também autor de Os trabalhadores do mar e Ocorcunda de Notre-Dame, entre outras obras.
Os Miseráveis traz claramente a filosofia política de Victor Hugo. É um mundo onde há cooperação, e não luta entre as classes, onde o empreendedor desempenha uma função essencialmente benéfica para todos, onde o trabalho é a via principal de aprimoramento pessoal e social, onde a intervenção estatal por motivos moralistas, seja do policial ou dorevolucionário obcecado pela justiça terrena, é um dos principais riscos para o bem de todos que será gerado espontaneamente pelos indivíduos.
Resumo de Miécio Tati:


Miécio TÁTI, os miseráveis, p.7, 1995 “A obra de Vitor Hugo é fascinante, e, por sua universalidade, escapa ás limitações do tempo e do espaço, comportando uma denúncia dramática da degradação e da miséria humanaem todas as épocas”.
“Este grande escritor e poeta, símbolo de uma geração de românticos, constrói em os miseráveis um enredo cercado de drama e coragem, uma historia emocionante do homem que passou por todas as adversidades que a vida poderia impor a um indivíduo”.





















Introdução

É comovente porem comum e chega a ser aceitável a trajetória doJean Valjean, personagem principal da obra “Os miseráveis”, mas a verdadeira protagonista da obra e a perda de sua essência, a miséria dominando o ser e colocando em cheque em diferentes situações.
Valjean abandonado na própria sorte, em uma sociedade preconceituosa e cruel, a obra vive um drama rico de notícias históricas da época e de situações em que a solução mais viável nem sempre e acorreta ou a mais obvia.
A história emocionante, que nos leva ao século XIX, momento de transição histórica para a França, que sofre com conflitos políticos, revolta e manifestações populares, tudo isso servindo como plano de fundo para uma história fascinante, que relata com profundidade a injustiça social e suas oscilações de pensamento e comunicação, nos faz pensar em nossos valores,conceitos e na triste condição humana de um indivíduo que precisa roubar para se sustentar e chegar a enfrentar uma crise de existências.
Dilemas enfrentados por ele, Jean Valjean: fazer o que é certo ou o que é mais
fácil? Dizer a verdade ou omiti-la? Fugir simplesmente ou enfrentar as
adversidades? E essas oscilações do entorno ainda são perceptíveis nas questões vivenciadas por quase todos osmembros da sociedade, condicionada em certas moralidades, ainda na era atual.
Basta observar as oportunidades de escolha que surgem no decorrer da obra, é um convite à melhoria de vida e espírito, passando por necessidades abaixo do fisiológico até chegar a questões de auto-realização, podemos comparar com a hierarquia de necessidade de Abraham Maslow, onde cada patamar é um sucesso, e umasatisfação realizada, mais nunca deixando para trás os males e o que foi necessário para ter chegado ate tal ponto, podendo ate ser assombrado por certas escolhas e decisões tomadas, torna se um exemplo de coragem e retenção moral.
A obra nos prende com seus personagens bastante vívidos e presentes em nosso meio, nos lembram que nem sempre toda a motivação o força de vontade nos basta para...
tracking img