Os mapas da história

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9755 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
André Betti

R.A. 017750

Imagem Cartográfica e o Ambiente:

Os “mapas” da História

Monografia desenvolvida para a Disciplina:
EH-006 – “História das Ciências e Ensino”. 2º Semestre de 2004. Instituto de Geociências. Programa de pós-graduação em “Ensino e História de Ciências da Terra”. Professora Dra.Silvia Fernanda de Mendonça Figueirôa.

UNICAMP

Universidade Estadual de Campinas
Dezembro de 2004

Resumo

Nesta monografia, elaborada como trabalho de conclusão e avaliação para a Disciplina EH-006 – “História das Ciências e Ensino”, pretendemos tratar da evolução histórica da cartografia e interpretá-la como um importante “conceito estruturante”[1] no aspectopedagógico, principalmente como subsídio para a Educação Ambiental.

Introdução

A cartografia é uma antiga prática humana de reflexão sobre o espaço. Através da interpretação dos mapas podemos analisar o conhecimento e o processo de aprendizagem dos agentes que os desenvolveram. Os métodos utilizados na representação gráfica também nos oferecem informações sobre a evolução técnica eartística nas mais diferentes épocas. Um mapa expressa os conceitos e os modelos culturais e científicos correspondentes à época da sua elaboração. Portanto, a análise histórica da cartografia poderá ser uma importante estratégia pedagógica quando utilizada como “conceito estruturante”, pois através dela, pode se demonstrar as características (geográficas, geológicas, sociais, urbanas - entre outras)da região onde se desenvolveu o processo histórico estudado. Tornando-se o mapa um auxiliar privilegiado na programação de ações integradas e interdisciplinares no controle e na gestão do meio ambiente.

[pic][2]
Os Mapas e a História

No decorrer da História, a humanidade vem desenvolvendo e empregando os mais diferentes meios de comunicação. Dentre estes meios de expressão daleitura e da representação do mundo real, encontram-se os mapas[3]. Desde os tempos mais remotos, por volta de 6.000 anos a.C., até os mapas mais recentes, virtuais.
A localização de qualquer lugar na Terra pode ser mostrada num mapa. Mapas são normalmente desenhados em superfícies planas em proporção reduzida do local da Terra escolhido. Nenhum mapa impresso consegue mostrar todos osaspectos de uma região, mas podem, por exemplo, mostrar a concentração populacional, as diferenças de desenvolvimento social, a concentração de renda, entre outros.
No entanto, a arte de fazer mapas é muito mais antiga do que se possa depreender da análise de provas documentais (tais como tabuletas de terracota, pinturas em rochas, gravações pictográficas em cavernas), pois envolve a preocupaçãoconstante da sociedade em apreender o meio ambiente (físico, social, cultural), navegar no espaço (terrestre, marítimo e sideral) e registrar estruturas abstratas (imagens mentais) em algum meio de representação analógica. Contudo, trata-se de um campo técnico diversificado. Sua elaboração formal está em relação com as formas históricas de conhecimento.
O desenho de mapas aparece no períodoágrafo[4] da história da humanidade, quando provavelmente era utilizado para delimitar territórios de caça e pesca[5]. Na Babilônia os mapas do mundo eram impressos em madeira num disco liso, mas foram Eratosthenes de Cirene e Hiparco (século III a.C.) que construíram as bases da moderna cartografia com um globo como forma e um sistema de longitudes e latitudes. O mais antigo mapa já encontrado foiconfeccionado na Suméria, que representava um estado numa pequena tábua de argila.
A arte de traçar mapas, a cartografia, começou com os gregos no século VI a.C.[6], que, em função de suas expedições militares e da navegação, criaram o principal centro de conhecimento geográfico do mundo ocidental da época. Ptolomeu, que viveu no século I em Alexandria, desenhava os mapas em papel com...
tracking img