Os impactos das novas tecnologias na organização da sociedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1024 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

O presente artigo tem como objetivo analisar os impactos das novas tecnologias no âmbito da saúde trazidas pela globalização e o avanço tecnológico que muito tem contribuído para o bem estar das pessoas e da sociedade.


2. REFLEXÃO

O avanço da tecnologia tem se expandido para todos os campos do conhecimento, entre eles estão: a educação, a mídia, a informação, dentreoutros. Especialmente na saúde, os ganhos são inegáveis. Dentre os profissionais que veem se destacando nessa área, estão os engenheiros biomédicos que são os profissionais que pesquisam e desenvolvem máquinas e equipamentos para aprimorar o diagnóstico de doenças, para assim fazer tratamentos e intervenções precisas e menos invasivas.
A tecnologia tem sido aliada à esperança de cura de doenças edisfunções até então causadoras de grandes males à humanidade, o avanço científico que traz a possibilidade de inovações tecnológicas na área da saúde traz também preocupações sobre a sua utilização no ser humano.
A aplicação das novas tecnologias não pode representar prejuízos físicos nem sociais para o homem. É dever da sociedade, das instituições de pesquisa e dos órgãos governamentais e nãogovernamentais analisarem as conseqüências e os limites do uso das novas tecnologias, já que a história comprova que os avanços científicos sempre estão à frente do estudo e da análise dos seus riscos para saúde humana.
Vivemos um salto tecnológico na área da saúde. O governo Federal anunciou linhas de financiamento para pesquisas na área da biotecnologia e após a aprovação da Lei nº 11.105/2005, achamada “Lei de Biossegurança” passou a concentrar investimento nas pesquisas envolvendo células-tronco adultas e embrionárias. Apesar do grande potencial para a cura de doenças, ainda não se pode falar de um produto pronto, acabado. O que temos são pesquisas promissoras, que devem continuar recebendo o incentivo de todos os setores da sociedade, mas que também precisam ser acompanhadas de perto,para assegurar que o avanço da ciência não perderá de vista o controle e o rigor necessário para garantir a dignidade humana durante as pesquisas e experimentos.
O avanço da ciência e da tecnologia possibilitou a melhoria dos meios de diagnóstico e de tratamento da maioria das doenças. Sua utilização, aliada ao desenvolvimento socioeconômico, contribuiu para um declínio das taxas de mortalidadepor enfermidades controláveis, como a tuberculose, a desnutrição, o diabetes melito e outras afecções, em várias regiões do mundo.
O avanço da tecnologia no setor da saúde vem provocando uma discussão sobre quais os caminhos ideais para a incorporação de novos equipamentos e produtos médico-hospitalares no país. O processo de incorporação de novas tecnologias está em fase inicial, mas se tratade um processo irreversível. Os setores público e privado estão desenvolvendo iniciativas para melhorar a entrada desses novos equipamentos e produtos para a saúde. Mas esbarram, na maioria das vezes, na política adotada pelas autoridades do setor e no impacto econômico desse processo.
O custo é um dos principais fatores que o governo utiliza para barrar as novas tecnologias. O problema, nessecaso, deve ser avaliado com muito cuidado e em longo prazo. Logicamente, ao trazer um equipamento de última geração, o impacto econômico em curto prazo será alto. Mas é preciso ressaltar que este mesmo equipamento pode representar uma diminuição de custos em médio ou longo prazo. Uma nova tecnologia que previne doenças pode efetivamente reduzir o número de internações e intervenções cirúrgicas lá nafrente.
A restrição política é outro fator intrigante. Hoje, o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estão criando mecanismos para assegurar maior controle na entrada de novas tecnologias que para o setor de importação poderá significar barreiras não alfandegárias.
Apesar de o governo ter criado a Comissão para Incorporação de Tecnologias em Saúde (CITEC),...
tracking img