Os fisiocratas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2628 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
3. Fisiocracia
3.1. Contexto
3.1. Contexto histórico e aspectos biográficos
3.2.
3.2. Principais idéias econômicas
3.3.
3.3. Principais autores
3.4.
3.4. “Quadro Econômico” de Quesnay
3.4.1.
3.4.1. Apresentação
3.4.2.
3.4.2. “Observações importantes”
3.4.3. Interpretação e discussão

3.5.
3.5. Avaliação crítica e atualidade

3.1.
3.1. Contexto histórico e aspectos biográficosCaracterísticas
Escola
Características da Escola
● grupo de pensadores franceses, conhecidos como
“os economistas” (filósofos economistas)
- foram os primeiros a formar uma doutrina,
verdadeira escola de pensamento econômico, com
corpo teórico sólido e compartilhado
● 1756 a 1776, França, carreira meteórica
- início: publicação dos verbetes Rendeiros e Grãos de
autoria de Quesnay - término: queda de Turgot do Ministério das Finanças
e publicação de “A Riqueza das Nações” de Adam
Smith
● Fisiocracia = governo da natureza
- denominação de fisiocratas (1768): publicação de
“Fisiocracia, ou constituição essencial do governo mais
vantajoso para o gênero humano” (du Pont de
Nemours)
- é a ciência do governo da vida social, que descobre
suas leis naturais e indica aconduta econômica do
governo e das classes, para o aumento da riqueza e o
alcance da prosperidade

● reformadores sociais
- teorias representam uma reação ao mercantilismo e
a (certas) características feudais do Antigo Regime
- pregam reformas através do despotismo esclarecido
● grupo centrado na figura de Quesnay
- os outros são discípulos que absorveram e aceitaram
seus ensinamentos comfidelidade (exceto Turgot)
- agiam como grupo, “eram mais que uma escola
científica: formavam um grupo unido no que respeita a
um credo; constituiam, na verdade, o que se denomina
frequentemente uma seita”
- exerciam militância por suas idéias, considerados
como excêntricos

- tiveram uma influência passageira na história
francesa
● sucesso da fisiocracia, sobretudo de Quesnay, foi umsucesso de salão, no Palácio de Versalhes
- “A sociedade elegante conversava a respeito da
fisiocracia por algum tempo, mas poucas pessoas fora
desse círculo tomavam conhecimento disto, exceto
em tom zombeteiro. Havia, destarte, uma moda
fisiocrata, mas não um movimento fisiocrata no
sentido em que existiu (e existe) um movimento
marxista, especialmente inexistiu um movimento
enraizadonos interesses da classe agrária” (P. Denis)

● outros seguidores (Itália e Alemanha), mas pouco se
trata sobre eles
● período correspondente a esta doutrina: transição
entre dois sistemas econômicos, do feudalismo para o
capitalismo
Características
Características da França
● economia basicamente agrária, atrasada,
encontrava-se com grandes dificuldades financeiras
● agricultura
-apresenta duas diferentes realidades, ao norte ocorre
a penetração do capitalismo (trabalho assalariado,
grandes propriedades, produtividade superior)

enquanto que o sul caracteriza-se por pequenas
propriedades voltadas para a subsistência, trabalho
independente, baixa produtividade
- era o centro do sistema econômico, pois a revolução
da técnica agrária (Inglaterra) trouxe a agriculturapara
a ordem do dia
- sobrecarregada pelas condições impostas pela
nobreza proprietária de terras, por regulamentos sobre
comércio de grãos; exportação proibida; fluxo interno
dificultado por leis e impostos
● manufaturas e cidades
- cidade baseada no artesanato, com objetivo de servir
à nobreza; atividade sujeita a muitas regulamentações,

impostos e tarifas internas que impediam ocrescimento
- indústria retardada pelas autoridades locais,
pedágios, impostos e tarifas
- guildas mantidas, impediam livre acesso da mão-deobra em certas ocupações; restringiam e
regulamentavam produção e preços, impediam
concorrência
- crescimento de empresas e negócios obstaculizado
por regras desnecessárias (regulamentação
governamental detalhada da produção, aprisionava-a,
sem...
tracking img