Os estados unidos nos conflitos mundiais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1153 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Os Estados Unidos nos Conflitos Mundiais
Não se pode falar em conflitos mundiais sem mencionar os EUA, que desde a 1.ª Guerra Mundial marca presença em todos.

Maior potência econômica e militar do mundo, os Estados Unidos da América (EUA) têm um imenso e diversificado território, com clima predominantemente temperado. Situado na América do Norte, é o quarto país mais extenso do mundo, banhadopelos oceanos Atlântico e Pacífico. Os recursos naturais dos Estados Unidos, a riqueza de paisagens e de possibilidades econômicas atraíram milhões de imigrantes ao país nos séculos XIX e XX. A identidade nacional dos EUA é construída com a contribuição dos novos habitantes e, ainda hoje, o país se destaca como o principal pólo de imigração internacional. Sua cultura e estilo de vida exercem grandeinfluência global por meio do cinema, da literatura, da música e da TV.

A luta pela independência norte-americana, no século XVIII, é um marco de afirmação da república e da democracia (no modelo capitalista liberal) no mundo contemporâneo. Ao lado disso, os EUA têm uma história de extermínio dos povos indígenas e de discriminação racial, que atinge em particular os negros descendentes deescravos e os hispânicos de origem latino-americana.

O PIB do país é o maior do mundo. Sozinha, a nação é responsável por mais de um quarto da produção econômica mundial, o que lhe garante posição central no comércio e no sistema financeiro internacionais. Também oferece um elevado padrão de vida à população e uma das maiores rendas per capita do mundo. Com base em seu poderio, os EUA atuam em conflitospor todo o planeta.

Afirmação nacional. A Guerra da Independência (1775-1783) foi talvez a conjuntura em que os cidadãos das Treze Colônias puderam afirmar com mais convicção seu poder. Criando um exército - e recebendo um decisivo auxílio da França, cuja armada neutralizou em parte a hegemonia marítima britânica -, os americanos obrigaram o general Cornwallis a render-se em Yorktown em outubrode 1781. Dois anos depois, o Reino Unido reconheceu a independência das ex-colônias. 

A Guerra de 1812, que segundo alguns consolidou a independência dos Estados Unidos, foi um conflito impopular na América e ainda mais no Reino Unido, cujas tropas na ocasião lutavam contra os exércitos de Napoleão. O conflito terminou em 1815, num equilíbrio de forças. A principal vitória americana, na batalhade Nova Orleans (1815), ocorreu depois da assinatura do tratado de paz. 

Alguns pontos que merecem esclarecimento: tanto na Guerra da Independência quanto em 1812-1815, os Estados Unidos tentaram conquistar o Canadá. E a independência dos Estados Unidos teria influenciado a revolução Francesa. Isto pode ser constatado comparando-se as idéias da Declaração de Independência dos Estados Unidos(1776) e a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão (1789). 

Destino Manifesto e Guerra da Secessão. A marcha para oeste logo substituiu o projeto americano de expansão para o norte, com a conquista do Canadá. Nessa época, surgiu a ideologia do "Destino Manifesto", de construção de um país que se estenderia do Atlântico ao Pacífico. Um momento decisivo nesse processo foi a vitória dos EstadosUnidos na Guerra Mexicano-Americana (1846-1848), que trouxe para a União a totalidade do território dos atuais estados da Califórnia, Nevada, Utah e Novo México e áreas do Arizona, Colorado e Wyoming. 

Um ponto que deve receber investigação especial é a situação do Texas, território mexicano que se tornou uma república independente em 1836 e foi incorporado pelos Estados Unidos em 1845, o queprecipitou o conflito com o México no ano seguinte. Também é importante ressaltar que a guerra aprofundou o desequilíbrio entre os estados nortistas e sulistas, de economias baseadas respectivamente no trabalho livre e na escravidão. A Constituição mexicana proibia o trabalho escravo e os territórios incorporados tornaram-se estados livres. A exasperação sulista diante da contenção do escravismo...
tracking img