Os espaços socio-ocupacionais do assistente social

1. Disserte sobre os campos de trabalho do Serviço Social,na contemporaneidade?

Iamamoto pontua em seu texto a respeito do perfil dos assistentes sociais no Brasil, de acordo com dadosde 2004 (CEFESS, 2005) que a maioria dos profissionais encontra-se inseridos em instituições públicas, o segundo empregador são as empresas privadas, ficando por último o terceiro setor, ONGs etc,onde as particularidades, do trabalho do assistente social irão variar de acordo com o tipo de instituição no qual o mesmo será empregado. A autora pontua que o profissional ingressa nas instituiçõesempregadoras como parte de um coletivo de trabalhadores que implementa as ações institucionais/empresariais, cujo resultado final é fruto de um trabalho combinado ou cooperativo, que assume perfisdiferenciados nos vários espaços ocupacionais. Sendo as condições sociais o determinante para o cotidiano das ações profissionais. Desta forma a autora descreve em seu texto a constante tensão existente notrabalho do assistente social, visto que o mesmo é controlado e submetido ao poder do empregador, e do outro lado existem as demandas dos sujeitos de direitos e a relativa autonomia profissional paraperfilar o seu trabalho.
Nos estabelecimentos públicos se caracteriza a prestação de serviços sociais na esfera pública as tendências de organização das políticas sociais como resultantes deprocessos políticos que assumem dimensões técnicas, onde o trabalho do assistente social tende a dispor de melhores condições de uso de sua autonomia técnica e desenvolvimento das ações. Onde de acordo comIamamoto o Estado tem sido historicamente o maior empregador dos assistentes sociais atribuindo a característica de servidor público ao assistente social, destacando como um dos elementos que incidesobre o trabalho a burocracia. Onde o princípio efetivo da burocracia é o culto à autoridade que constitui a mensalidade burocrática por excelência, em contradição com o sistema de saber.
Vale...
tracking img