Os Engenhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1240 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de maio de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
OS ENGENHOS

O que eram
Os engenhos eram constituídos
por um imenso canavial, uma
casa grande onde moravam os
senhores do engenho e as suas
famílias, outra casa chamada
"Senzala" onde ficavam as
habitações dos escravos, casas
para os trabalhadores livres e
havia ainda a casa do engenho:
instalações onde se encontravam
os aparelhos
destinados ao
fabrico do açúcar.

Quem eram osproprietários
rio de
o donatá
c r e v ia
49, só
Como es
re i e m 1 5
co ao
am
ernambu
P
os que er
os colon
m os
instalava
sos»
g ia m
« p o d e ro
estes exi
s p o is
engenho
obra e
mão-demuita
te r
tinha que
n to :
ta r o s
investime
para mon
n h e ir o
p ra r
renos, di
te r
para com
c io s e
ar as
rios edifí

ra compr
, e pa
úcar
escravos
ricar o aç
efab
áquinas d
deiras,
m
mas, cal
, fo r
tratar
(moenda
bé m con
.) E ta m
como
chas, etc
to
res livres
o
os e
trabalhad
s, pedreir
erreiro
nteiros, f
c a rp i
ãos.
tros artes
ou

Como eram os Engenhos

Um engenho de açúcar é constituído por quatro tipos de casas : a casa grande era onde
vivia o senhor do engenho e a sua família, a casa dos trabalhadores livres, a casados
escravos que se chamava "senzala", e a casa da engenho onde se encontravam os
aparelhos destinados ou fabrico do açúcar e havia um extenso terreno de canavial. Quem
trabalhava nos engenhos eram os escravos que vinham de África. Mas havia lavradores
com canaviais e que não tinham dinheiro para manter um engenho. Estes cultivavam as
canas e vendiam-nas aos engenhos e eles fabricavam oaçúcar.

Como era produzido o açúcar
A produção do açúcar era feita
com uma grande quantidade de
mão de obra. Os bois faziam girar
a moenda e puxavam os carros
com lenha para a casa das
caldeiras. A cana era cortada
pelos escravos e colocavam-na
nos carros dos bois que a
levavam para a moenda.

O Engenho Colonial
O engenho, a grande propriedade
produtora de açúcar, era constituído,basicamente, por dois grandes setores:
o agrícola - formado pelos canaviais -, e
o de beneficiamento - a casa-doengenho, onde a cana-de-açúcar era
transformada em açúcar e aguardente.

Trabalhadores do Engenho

Como era produzido o açúcar

Como era produzido o açúcar
Depois a cana era prensada e o soco extraído e passado pôr uma
variedade de caldeiras e de tachas onde eram aquecidas,purificada e
cuada. Depois de ter passado estas fases iam para umas formas. As
formas eram cobertas de barro e de água que se deixava infiltrar para
ajudar a purificar o açúcar
Depois de seis semanas ou dois meses, os fornos eram esvaziados e os
escravos separavam o açúcar por categorias: branco, moscado e «panela
» que era o mais escuro.
O "caixeiro " dividia o açúcar pelo senhor do engenho epelos lavradores
que tinham pedido (a troco de açúcar) que lhes moessem a cana que
tinham produzido. O açúcar era então metido em caixotes e embarcado
para exportação.

A escravidão
No Brasil, a escravidão teve início com a produção de açúcar na primeira
metade do século XVI. Os portugueses traziam os negros africanos de suas
colônias na África para utilizar como mão-de-obra escrava nosengenhos de
açúcar do Nordeste.
Os comerciantes de escravos portugueses vendiam os africanos como se
fossem mercadorias aqui no Brasil. Os mais saudáveis chegavam a valer o
dobro daqueles mais fracos ou velhos.

Navio negreiro
O transporte era feito da África para o Brasil nos porões do navios negreiros.
Amontoados, em condições desumanas, muitos morriam antes de chegar ao
Brasil, sendoque os corpos eram lançados ao mar.

Condições desumanas
Nas fazendas de açúcar ou nas minas de ouro (a partir do século XVIII), os escravos eram tratados da
pior forma possível. Trabalhavam muito (de sol a sol), recebendo apenas trapos de roupa e uma
alimentação de péssima qualidade. Passavam as noites nas senzalas (galpões escuros, úmidos e com
pouca higiene) acorrentados para evitar...