Os efeitos da globalização na economia: sua relação com o emprego, a educação e a família brasileira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4773 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Os efeitos da globalização na economia: sua relação com o emprego, a educação e a família brasileira

Artigo Científico Publicado na Revista Eletrônica do Programa Interdisciplinar em Educação, Administração e Comunicação. Pesquisa em Debate - Universidade São Marcos. Os efeitos da globalização na economia: sua relação com o emprego, a educação e a família brasileira. São Paulo: Ano I, n. 1,jul-dez 2004, p. 25-37.

Valdec Romero Castelo Branco
Professor universitário há 20 anos, formado em administração de empresas; mestre em administração de empresas; mestre em educação, administração e comunicação (multidisciplinar); pós-graduação Lato Sensu em Docência do Ensino Superior. Trabalha, desde 1995, como consultor associado, prestando consultoria e assessoria nas áreas de gestão depessoas: treinamentos, palestras, seminários, workshops, cursos in company etc. profvaldec@uol.com.br

RESUMO

Tendo em vista as transformações econômicas e sociais em curso, promovidas pelo processo de internacionalização das economias, procuraremos discutir neste artigo os efeitos da globalização e sua relação com o emprego, a educação e a família contemporânea no Brasil. O agravamento daexclusão social no País pode ser inicialmente creditado ao modelo capitalista hegemônico, acentuado nas últimas décadas do século XX. O objetivo geral deste artigo é procurar esclarecer os efeitos da globalização na economia brasileira nas décadas de 1980 e 1990 e sua relação com o emprego, a educação e a família no Brasil. As discussões sobre a organização econômica mundial estão em pauta,principalmente a questão da internacionalização das economias, incorporando neste objeto de estudo o mercado de trabalho, a educação brasileira e os grupos familiares, estudando os problemas econômicos, sociais e políticos, e engendrando uma influente reflexão sobre suas causas e conseqüências para a sociedade brasileira.

Palavras-chave: Globalização; Emprego; Educação; Família Brasileira.

ABSTRACTIn view of the economic and social transformations in course, promoted by the process of internationalization of the economies, we will try to discuss in this article the effect of the globalization and its relation with the job, the education and the contemporary family in Brazil. The aggravation of the social exclusion in the Country can initially be credited to the hegemonic capitalist model,accented in the last decades of the 20th century. The general objective of this article is tried to clarify the effect of the globalization in the Brazilian economy in the 80s and 90s and its relation with the job, the education and the family in Brazil. The discussions on the world-wide economic organization are in guideline, mainly the question of the internationalization of the economies,incorporated in this object of study the market of work, the Brazilian education and the familiar groups, studying the economic, social problems and politicians, and producing an influent reflection on its causes and consequences for the Brazilian society.

Key-words: Globalization. Job; Education; Brazilian Family.

INTRODUÇÃO

Em relação à globalização, podemos preliminarmente afirmar que vêmse atribuindo a determinados fatos proporções maiores do que as reais, isto é, alguns fatos aparentam ou são classificados como maiores do que realmente são. A partir disto, podemos nos referir ao excessivo crédito que o fenômeno da globalização exerce sobre as economias dos diferentes países. No Brasil, a partir da década de 1990, com maior intensidade.
Compreender o atual processo deglobalização das economias e seus efeitos, em especial nos países em desenvolvimento, é na verdade procurar desvendar, não só ao público acadêmico, mas para a sociedade, a concepção do papel do Estado nesta nova fase do capitalismo pós-Segunda Grande Guerra, representada pelos agentes econômicos: as famílias, as empresas e o governo.
Em virtude da automação, da racionalização dos processos produtivos, do...
tracking img