Os diversos rostos da infancia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1425 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
OS DIVERSOS

ROSTOS

DA INFÂNCIA

E SUAS RESPECTIVAS FORMAS DE EDUCAÇÃO

Nomes:

Andréia Aparecida Medeiros Venâncio RA: 2044104453

Camila Lima de Souza RA: 2053035174

Érica Junia Gonçalves RA: 2008782099

Elizabete Silva Bernardi RA: 2070144551

Roberta Luiza Hott Ferreira RA: 2001795149

Em primeiromomento quando nos pensamos diversos rostos da infância acenam que transcorre em nossa em nossa mente é de pureza e serenidade por traz de um olhar inocente e verdadeiro, porém se deixarmos os fatos falarem por si só, nos deparamos com marcas de uma história, tão visível e profunda no rosto de nossa infância que vem sendo dia após dia pronunciado pelo tempo.

A educação no Brasil e no mundo,há décadas traz um relatório de descasos preconceitos, estereótipos, falta de estruturas dentre inúmeros outros fatores que levou nossos educando a adquirirem inúmeras faces. Cada qual carregando consigo uma história diferente.

Ainda na antiguidade, quando a educação era realizada dentro da própria casa e depois com o feudalismo. onde somente os filhos masculinos, dos senhores, donos dasterras recebiam suas primeiras aulas por preceptores já se traçava um caminho em direção a uma escolarização conflituosa. É por volta do século VI a.C. que surgem as primeiras escolas, com intenção de atender os filhos da prole somente as classes sociais elitizadas tinham oportunidade de estarem inseridas no âmbito escolar Neste mesmo período fundam se escolas religiosas, geralmente em mosteiros,finalizando os alunos de ensinar os alunos religião e o latim.

É no século XVI que Lutero inicia uma reforma protestante, interessado em romper com supremacia do catolicismo e conquistar uma educação evangelista, para crianças e jovens dando inicio a escolarização para todos.

O interesse social continuou tendo papel importante na despolarização da escola, acompanhado daindustrialização imigração, aderiu à separação das classes impedindo a população humilde o direito a uma educação continua e de qualidade. Assim como golpe militar que marcou o fim da monarquia no Brasil e o inicio da republica, favoreceu em 1988, o fim da escravidão, desestabilizando a arquitetura de exportação, baseada no trabalho compulsório.

Devido estes acontecimentos, grande foi onumero de personagem que surgiram para dar surgimento a nossa história escolar.

Surgiu ainda no período um rosto que até hoje continua sendo favorecido, talvez o rosto mais alegre nessa diversidade toda criança rica, de boas condições financeiras, estes, vem observando o que de menor a educação escolar pode oferecer.

A criança que teve a oportunidade de nascer dentro de uma famíliade classe alta se vê em condições de freqüentar as menores escolas particulares com os melhores professores estando em contato ainda bem pequenas com acervo de materiais, recebendo uma bateria de possibilidades de serem alfabetizadas e letradas, com os mais modernos meios de informação melhores métodos de ensino, recebendo um mundo de atrações culturais este rosto que se pronúncia do alto nívelsocial, destaca-se pelo fácil acesso as informações pelo contato com um mundo vasto de culturas desenvolvendo facilmente seu lado cognitivo, objetivo físico motor.

Seus pais têm hábitos da leitura por isso estas crianças são estimuladas cedo a ler são estimulados cedo a ler. São crianças que tem um alto poder aquisitivo lhes permitem conhecer outras culturas, outros países participar deoutras vivencias, freqüentar lugares como teatro e cinema. Estas crianças além da escola dividem seu tempo em cursinhos diversos, desenvolve outras línguas (Frances, inglês). O cognitivo (informática avançada, redação,matemática),o físico (balé, futebol).

Por outro lado, com a idéia ironizada da burguesia em separar as classes, outros rostos transformaram ao longo do tempo, marcados nas...
tracking img