Os deserdados da ordem mundial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (270 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O sistema mundial moldado pela força das potências e por seus interesses permite algum equilíbrio e funcionamento nas relações internacionais, mas gera uma profusão deefeitos colaterais nefastos.
Muitos estados nacionais territoriais recentes, surgidos da descolonização (libertados de uma ordem colonial que os oprimia) se inserem apenasmarginalmente nessa nova ordem e, condenados nesse certo isolamento, tendem a se desagregar, a se decompor. Frequentemente são vitimados por terríveis conflitos regionais einternos, cujo índice de mortandade encontra-se entre os mais graves da história recente da humanidade, como nos exemplos de Ruanda e Serra Leoa, no continente africano. Desde aSegunda Guerra Mundial, 20 milhões de pessoas morreram nesses conflitos regionais e guerras civis.
Outros países ainda procuram se erguer e se reorganizar após terem sidovítimas de guerras devastadoras, que regionalizavam o confronto entre as superpotências na ordem mundial anterior. Esse é o caso do Vietnã, país vitimado por uma longa edestrutiva guerra com os EUA. Guerra, aliás, que serviu para inibir, na época, o desembaraço da ação geopolítica americana em vista da derrota dos Estados Unidos. Esse é o caso tambémdo Afeganistão, invadido pela URSS nos anos 1980. Outro caso a ser notado é a guerra mais pavorosa, entre Irã e Iraque, na qual o papel das potências do mundo ocidental (EUAà frente) não pode ser negligenciado, pois armaram e tornaram poderoso Saddam Hussein, o mesmo que recentemente ameaçava a paz mundial, segundo a alegação dos EUA. Outrosexemplos podem ser lembrados, e muitos ainda estão sangrando a despeito do equilíbrio “civilizado” que mantém a ordem mundial. Uma ordem mundial que tem vários deserdados.
tracking img