Os comunistas no brasil resumo historia e caracteristicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (768 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
um partido político revolucionário. Assim, vários ex-anarquistas, entre operários, estudantes e intelectuais, fundaram aquele que deveria ser o partido do proletariado: o Partido Comunista do Brasil(PCB), nascido em Niterói (Rio de Janeiro), em março de 1922.

Despois da vitoriosa da Rússia na revolução socialista de 1917, dirígida por Lênin e os bolcheviques. No Brasil, alguns militantessindicais, entusiasmados com o extraordinário acontecimento baseado nas ideias do socialismo científico de Marx e Engels, chegaram à conclusão de que o anarquismo estava superado. Achavam que ostrabalhadores precisavam ter uma organização central forte, tal como na Rússia.
Você pode concordar ou não com os comunistas. Eles realmente cometeram vários erros, no Brasil e no mundo. Mas não há comoentender a história do Brasil ignorando o PCB. Desde logo, o PCB foi proibido e perseguido. Nos anos 1920, ainda era um pequeno partido que atuava clandestino e disputava a liderança sindical com osanarquistas. Depois de 1935, os anarquistas, reprimidos pelo governo e atacados ideologicamente pêlos comunistas, praticamente desapareceriam do movimento operário.Além das tradicionais diferenças entrecomunistas (baseados no marxismo) e anarquistas, havia outras coisas que os botavam um contra o outro. Os anarquistas, ao contrário dos comunistas, não aceitavam que os sindicatos tivessem umaorganização centralizada, com muitos poderes nas mãos dos que tinham sido eleitos dirigentes. Achavam que quaisquer decisões do sindicato deveriam ser tomadas em assembleias com todos os membros. Além disso, osanarquistas desprezavam o Estado. Por isso, não se esforçavam para a criação de leis a favor do proletariado. Os marxistas, ao contrário, diziam que a conquista de novas leis e reformas sociais eram umavanço na luta dos trabalhadores.

Como os anarquistas desprezavam o Estado, odiavam o nacionalismo. Os comunistas defendiam o internacionalismo proletário, ou seja, que os trabalhadores do...
tracking img