Os clássicos da politica.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2121 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Upis - União Pioneira de Integração Social Direito - 2/2011 Professor: Augusto Carlos Rodrigues Aluno: Victor Huggo Pinho Amorim

Os Clássicos da Política

Nicolau Maquiavel
Maquiavel recomenda aos que conquistaram regiões de língua, cultura e instituições diversas, que morem lá, além de mandar colonizar algumas regiões chaves da região recém-adquirida. Essa opção se mostra melhor àocupação com tropas do exército pelo fato dr se mostrarem mais caras ao mesmo tempo em que se aumenta

o número de prejudicados, pois as tropas terão que desalojar particulares. Com a colonização, transformaria a todos aliados, tendo apenas alguns prejudicados que, desatentos e tomados pela pobreza, não representariam nenhuma ameaça ao Estado. Ele defende que a ofensa a um homem seja tão forte que elenão possa ter alguma reação, pois das ofensas leves eles se vingariam. Quando se conquista um país acostumado a viver com suas próprias leis, cabe ao governante conservá-lo, destruí-lo, morar nele ou deixá-lo livre, aplicando impostos e estabelecendo um governo de poucas pessoas para mandar. Para manterem-se as regiões novas, o governante encontrará dificuldades menores ou maiores de acordo com asua competência. Ele defende que o homem, vivendo num mundo em que os outros são maus, quando segue o caminho da bondade absoluta, fomenta sua própria perdição. Por isso, deve o governante deve aprender os meios de não ser bom e valer-se deles nos casos de necessidade, adequando-se às possibilidades. Quanto à liberdade, Maquiavel diz que o governante não deve punir aquele que cometeu uma açãoilegal com fins de construir. É normal que o povo por estar do lado que não é oprimido, seja mais favorecido na manutenção da liberdade. O governante para organizar o Estado deve criar instituições que o deixe forte, que guie a obediência no povo, de modo que não se baseie apenas na figura do governante a estrutura do Estado.

Thomas Hobbes
A idéia principal da filosofia de Hobbes é a idéia deque o homem, antes da formação do Estado, vivia em seu estado natural, ou seja, numa condição de guerra generalizada, só podendo ser controlada, através de um contrato, onde todos os homens abririam mão de seus direitos naturais para que, com a escolha de um soberano, esse estado de guerra fosse controlado. Esse estado de guerra vem do fato de que todo homem é leigoo diante do seu semelhante ( eunão sei o que o outro quer, e por isso suponho qual será a sua atitude e assim, ele fará o mesmo, o que implica que o melhor a fazer para ambas as partes é um atacar o outro, seja para vencê-lo ou para evitar um possível ataque. ) Assim, generalizase a guerra. Por isso, se não há um Estado controlando e reprimindo, o que parece mais racional para o homem é atacar o próximo. No estado de natureza,todo homem tem direito a tudo: o direito natural, ou jus naturale, é a liberdade que cada homem tem de usar o seu poder para preservar sua própria natureza, do jeito que quiser, e fazer tudo aquilo que julga ser adequado a esse fim. Para Hobbes, a melhor forma de proteger a própria vida é a antecipação pela força ou pela astúcia de modo que não encontre nenhum outro poder suficiente paraameaçá-lo. Esse aumento do domínio sobre os homens deve ser aceito por todos, pois é necessário para a conservação de cada um. Ele coloca que o homem não sente prazer da companhia dos outros quando não existe um poder capaz de manter a todos em respeito. Cada homem espera do próximo o mesmo valor e respeito que ele tem de si mesmo. Assim, existem três causas principais para a discórdia entre os homens,que é a

competição, a desconfiança e a glória. Enquanto não existe um soberano capaz de estabelecer o respeito entre todos, o homem vive num estado sujeito a guerras. Hobbes diz que quando o homem renunciou ao seu direito de natureza, aceitando o contrato social, deu poderes ao soberano, afim de que tivesse a própria vida protegida. Assim, quando esse fim não for alcançado, o homem poderá...
tracking img