Os caminhos de deus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1124 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A filosofia, tendo como característica a radicalidade, a insubordinação, a luta para superar pré-conceitos e estabelecer conceitos cada vez mais racionais através da história, mostra que, desde seu início, esta relação tem seus momentos de estranhamento e reconciliação. Por exemplo, na Grécia antiga, o próprio surgimento da filosofia se deu como tentativa de superar obstáculos oriundos de uma fécega nas narrativas dos poetas Homero e Hesíodo, os educadores da Hélade. A tentativa de explicar os fenômenos a partir de causas racionais já evidenciava o confronto com as formas de pensar e agir (fé) do povo grego que pautava sua conduta pelos mitos. O próprio Sócrates, patrono da filosofia, foi condenado por investigar a natureza e isso lhe rendeu a acusação de impiedade. Mais tarde, afilosofia cristã se degladiou para fundamentar seu domínio ideológico, debatendo sobre os temas supracitados. Na era moderna, com encrudescimento da inquisição, surge o renascimento que apela à razão humana contra a tirania da Igreja. Basta olhar os exemplos de Galileu, Bruno e Descartes, que reinventaram o pensamento contra a fé cega que mantinha os homens na ignorância das trevas e reclamava odireito à luz natural da razão. A expressão máxima desse movimento foi o Iluminismo que compreendia a superação total das crenças e superstições infundadas e prometia ao gênero humano dias melhores a partir da evolução e do progresso.

O homem dominou a natureza, mas não consegue dominar as suas paixões e interesses particulares. Declarado como expropriado dos meios de produção e forçado asobreviver, eis que o homem se aliena do processo produtivo e se mantém em um domínio cego, numa crença inconsciente de si e do outro (ideologia). O irracionalismo cresce à medida que se promete liberdade aos seres humanos a partir de outra fé: o trabalho. O homem explora e devasta o mundo em que vive e não tem consciência disso. E tudo isso para enriquecer uma classe dominante, constatando o interesseegoísta e classista.

Parece, pois, que a luta entre razão e fé não é apenas localizada, mas contínua, já que sempre há esclarecidos, esclarecimentos e resistência a esses esclarecimentos. A razão se rebela com o estabelecido e quando se impõe, torna-se um dogma incutido nos homens de cada tempo. Numa linguagem hegeliana, uma tese que se torna antítese e necessita já de uma síntese para que arazão desdobre a si mesma.


Na era patrística, o jovem Cristianismo via, na Filosofia grega, um aliado. Com a ajuda da Filosofia estóica e platônica, os Padres da Igreja podiam argumentar contra o politeísmo e as múltiplas formas de superstição
A palavra Filosofia significa, literalmente, “amor à sabedoria”: “Se Deus é a sabedoria (...), o verdadeiro filósofo é um amante de Deus” (De civ. Dei,VIII, 1). Segundo Agostinho, os platônicos chegaram à idéia de Trindade (De civ. Dei, X, 23). Desconheciam, contudo, a encarnação, mas, por seu conceito de graça, deveriam estar abertos para essa idéia. Até à Idade Média manteve-se a concepção da possibilidade de fundamentar filosoficamente a fé. Na Bíblia, a palavra Deus apresenta o problema do sentido da existência e revela a resposta para omesmo, encaminhando o homem para o Verbo de Deus encarnado.

A fé é essencialmente adesão afetiva. Nessa perspectiva podemos chamá-la de a-racional, pois não provém de um raciocínio. Mas também podemos chamá-la supra-racional, pois ultrapassa o raciocínio. A fé tem, todavia, uma estrutura racional. Entretanto, cabe-nos estarmos conscientes dos limites da razão. O filósofo Hegel (1770-1831), quecertamente não pode ser acusado de falta de racionalismo, descreve o papel da razão com a seguinte imagem: Depois de os homens terem cumprido a tarefa do dia, sai a coruja de Minerva (a razão filosófica) para ver o que aconteceu, embora não o veja acontecendo e apenas enxergue tudo parado e, além disso, sem cores (a coruja é daltônica). Podemos aplicar essa imagem à religião e à fé. Embora...
tracking img