Os beneficios e maleficios da copa de 2014

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 6 (1259 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 4 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário

Andamento das obras 2
Benefícios e malefícios 2
Empregos 3
Consequências da Copa de 2014 no Brasil 4
Bibliografia 6


Andamento das obras
O estádio mais avançado até o dia 31 de maio de 2012 é o Castelão, que fechou o mês com 71% de conclusão. No último dia 30, a obra da Arena Corinthians, em Itaquera (São Paulo), completou um ano e chegou a 38%.
Em maio, o jornal"Folha de S. Paulo" revelou ainda um relatório da FIFA e do Comitê Organizador Local (COL) sobre a situação dos estádios para a Copa do Mundo e a Copa das Confederações. A situação mais preocupante para 2013 é a do Recife, que recebeu "sinal vermelho" e poderá ficar fora da tabela definitiva, que será divulgada em novembro. Já Salvador ganhou "sinal verde" e segue confiante em participar doevento-teste do Mundial.
O balanço do governo divulgou também os valores dos financiamentos adquiridos juntos ao Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES): mais de R$ 1 bilhão já foi desembolsado para a construção os reformas de oito estádio. Arena Corinthians, Beira-Rio e Arena da Baixada ainda não receberam nada referente aos contratos firmados, pois estão em processo de análise. O Estádio Nacional deBrasília não precisou solicitar empréstimo.

Benefícios e malefícios

Há aqueles que são contra, outros a favor. Os que se posicionaram ou se posicionam contra alegam, com muita razão, que eventos grandiosos como Copas do Mundo ou Jogos Olímpicos (Pan-Americanos também podem ser incluídos nesta análise) são grandes oportunidades para que políticos, administradores, dirigentes e empresários malintencionados tenham o caminho livre para vantagens de toda ordem, muitas delas bem questionáveis, se considerarmos as reais necessidades de um país com as características do Brasil.
É evidente que dentro de uma abordagem verdadeiramente humanística deveríamos analisar esta questão sob o prisma de um mundo globalizado com problemas de desenvolvimento em infraestrutura, divisão/distribuição derendas, cultura, educação, saúde, meio ambiente entre outros que extrapolam uma visão focada apenas em um país.
O fato, entretanto, é que já está decidido e a Copa de 2014, salvo ocorra algo extraordinário, será realizada no Brasil. Por que, então, não aproveitarmos este evento de tamanha repercussão mundial e que mobiliza não só interesses como também paixões, para tirarmos proveito no sentido detransformá-lo em instrumento de construção do nosso próprio desenvolvimento sustentável.
Nesta perspectiva a oportunidade é especial. Como sabemos o futebol pode ser uma poderosa ferramenta de educação, saúde e cultura de um povo. Mas para que isso ocorra é necessário que haja uma intencionalidade clara nesta direção.
O esporte – e o futebol especificamente – por si só não é bom nem ruim. Mas aocontrário da visão simplista de senso comum, se mal orientado pode na verdade significar violência, insegurança, drogas, alienação entre outros malefícios. Pode também, sim, abrir espaços para os males intencionados ou que só pensam no lucro e vantagens pessoais, seja quais forem as consequências desta postura.
Portanto tratar este fenômeno esportivo e social com consciência e visão estratégicadeve fazer parte das falas e ações de todos aqueles que pretendem contribuir para o crescimento de um país em desenvolvimento como o nosso.

Empregos
Recentemente, a Confederação de Futebol, a CBAF, divulgou uma estimativa de empregos a serem gerados, no país, por conta da Copa: Cerca de três milhões de empregos.  Diante disto, a necessidade de preparação profissional é crucial paraquem deseja fazer parte deste momento. Principalmente naquelas cidades que terão participação de alguma forma no evento, surgirão muitos empregos diretos e indiretos para Copa do Mundo de 2014 no Brasil.
Começando pela construção civil, o potencial destas oportunidades chega a mais de 200. Salientamos que este setor deve ser o que mais precisará de mão de obra qualificada, antes e depois do evento. Sabe por...
tracking img