Origens do design e a escola de ulm

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (408 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Origens do Design e a Escola de ULM


De fato, a origem do design apesar de abstrata, é conhecida quando surge um debate nas relações entre arte e indústria que resultou numa evolução do modo deprodução; momento pós Revolução Industrial. Existem porém, diversas hipóteses, que ao decorrer dos anos, vêm definindo o que pode-se considerar o exato início do estudo oficial do design.
O designseria nada mais que o uso de conceitos estéticos com a contribuição de novas tecnologias, com o o uso de novos materiais (aço e vidro, por exemplo); recursos que eram desconhecidos antes da RevoluçãoIndustrial.

“O design moderno é a atividade praticada visando ao projeto de produtos industriais ou produtos que utilizem processos decorrentes ao desenvolvimento tecnológico pós Revolução Industrial(...) o design não seria outra coisa senão decorrência direta de uma relação de influências recíprocas entre conceitos estéticos e formais sustentados por personalidades excepcionais e contribuiçõesde algumas inovações tecnológicas.” (SOUZA, 2008. p. 29)


A estética de ULM
A Escola de ULM, propunha uma ruptura com o passado bauhausiano, juntamente com a definição de novos padrões estéticos.Medidas de estudo diferenciadas foram criadas também, tais como a introdução da Teoria da Informação, a Sociologia e a Economia na grade curricular, com o objetivo de aprofundar o desenvolvimentocrítico dos alunos. Algum tempo depois, aboliu-se o Curso Fundamental, pois acreditava-se que esta nova medida pedagógica deveria dar-se em torno de conceitos técnicos e científicos, e não de conceitosformais.

“Por meio do da adoção do ideário do neoclassicismo alemão de Fieldler, Von Marées e Hildebrand, uma estética mais preocupada com a conformação do que com a representação (...) Oencaminhamento de Ulm para a ciência e a tecnologia previa, dentro da sua ótica de Nova Esquerda, a crítica ao sentido ainda idealista presente na Bauhaus.” (SOUZA, 2008. p.96)

Havia uma direta preocupação...
tracking img