Origem da farmacia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3948 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PROBLAMATIZAÇÃO

Terá a reciclagem do lixo, influência no meio ambiente? De que forma a reciclagem contribui para a saúde do homem e o meio ambiente?
Podemos fazer alguma coisa para mudar o procedimento do homem no seu habitat?
Quais as medidas a serem tomadas para que haja conhecimento ou conscientização das conseqüências do lixo?O conceito do lixo também foi problematizado, de forma a reconhecermos a singularidade dos lixos, de acordo com o tipo e organização social, o momento histórico, o sistema econômico, os hábitos e costumes, o tamanho da população, o nível socioeconômico, as particularidades pessoais e outros tantos fatores que fazem do “ lixo “ um amplo guarda chuva conceitual.O LIXO

Lixo é todo e qualquer resíduo gerado das atividades humanas em residências ou nas indústrias. Porém, precisamos reciclar este conceito, deixando de enxergá-lo somente como uma coisa suja e inútil em sua totalidade. Grande parte dos materiais que vão para o lixo possa (e deveriam) ser reciclados.
A produção de lixo vem aumentando assustadoramente em todo o planeta. Visando umamelhoria da qualidade de vida atual e para que haja condições ambientais favoráveis à vida das futuras gerações, faz-se necessário o desenvolvimento de uma consciência ambientalista.
Um dos principais problemas ambientais da atualidade é a grande produção de lixo, pois esse processo tem como conseqüência a liberação de gases que promovem o efeito estufa e a poluição das águas subterrâneas esuperficiais. Esse fenômeno é uma das conseqüências do aumento populacional nas cidades, da intensificação do modelo consumista, do uso de produtos descartáveis, além do modismo, pois existe uma “necessidade” de se adquirir objetos mais modernos. O lixo é também um problema socioeconômico, visto que grandes quantias de dinheiro são destinadas à coleta e tratamento do lixo urbano. No aspecto social,vários indivíduos são afetados pela concentração de lixo nas cidades, que causam proliferação de insetos, transmissão de doenças, poluição visual, entupimento de bueiros, entre outros.
Estima-se que o Brasil produz 240.000 toneladas de lixo por dia. O que fazer com tanto lixo? Primeiro é preciso reconhecer e separar lixo do que não é lixo e com isso podemos até aumentar a renda familiar além deconservar o meio ambiente.

Assim, os detritos que são gerados podem ser classificados da seguinte forma:


• Lixo orgânico:

Na concepção técnica o lixo deve ser visto e analisado sob o prisma biológico, assim lixo orgânico é todo lixo que tem origem animal ou vegetal, ou seja, que recentemente fez parte de um ser vivo. Numa linguagem mais técnica e moderna, abordaríamos os resíduossólidos, sendo seu componente biológico a matéria orgânica, mas da mesma forma oriundos dos seres vivos, animais e vegetais. Neles podem-se incluir restos de alimentos, folhas, sementes, restos de carne e ossos, papéis, madeira, etc.
Mesmo na atualidade esse tipo de lixo é considerado poluente e, quando acumulado, o lixo orgânico muitas vezes pode tornar-se altamente inatrativo, mal-cheiroso, em geraldevido à decomposição destes produtos. Mas, caso não haja um mínimo de cuidado com o armazenamento desses resíduos cria-se um ambiente propício ao desenvolvimento de micro organismos que muitas vezes podem ser agentes que podem causar doenças. Lixo orgânico pode ser decomposto.
O principal componente do lixo orgânico é o lixo humano, composto pelos resíduos produzidos pelo corpo humano, tais comofezes e urina. O lixo humano pode ser altamente perigoso, uma vez que pode abrigar e transmitir com facilidade uma grande variedade de vermes, bactérias, fungos e vírus causadores de doenças. Uma realização primária da civilização humana tem sido a redução da transmissão de doenças através do lixo humano, graças à higiene e o saneamento básico. O lixo orgânico pode ser seletivizado e usado...
tracking img