Ordem mantodea

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5320 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPÍTULO XV

Ordem MANTODEA

112

146. C aracteres. - O s Mantideos são bem conhecidos
pelo nome de "louva-deus", devido a atitude característica que
tomam quando pousados e que lembra a de uma pessoa ajoelhada
em
oração.
Pernas
anteriores
raptorias.
Corpo,
na
maioria das especies, alongado e um tanto achatado; em alguinas, porém, linear ou bacilar, como nos Phasmideos ( Ahgela,Brunneria, e tc.). No Brasil as maiores especies dos generos S tagmatoptera e Z oolea, q uasi atingem a 1 decimetro
e as menores, dos generos C haeteessa e M antoidea, p ouco excedem de 1 centímetro de comprimento. Desenvolvem-se por
paurometabolia.
1 47. A natomia externa. - C abeça, v ista de perfil, comprimida; vista de face, triangular ou subpentagonal; em geral
bem
descoberta,articulando-se
livremente
com
o
protorax,
daí
se
apresentar
extraordinariamente
movel.
Em
repouso
com a face verticalmente disposta. Acima do labrum um escudo facial mais ou menos saliente. Olhos grandes, hemisfericos; em algumas especies prolongados para cima e para fóra
em saliencia cornea mais ou menos pontuda (fig. 116). Ocelos (3) bem desenvolvidos, situados numa elevação entre os
olhos,acima da inserção das antenas; em algumas especies
ficam assestados em protuberancias ou processos mais ou me-

112

Gr.

m antis.

p rofeta.

252

INSETOS DO BRASIL

n os salientes. Antenas inseridas na fronte, setaceas ou filiform e s , m u l t i s e g m e n t a d a s ; n o s m a c h o s de v a r i a s e s p e c i e s c u r t a s
e s erradas ou pectinadas. Em geral elas são maiscurtas que
o corpo nas femeas e tão ou mais longas nos machos. Apar elho bucal mandibulado hipognato, semelhante ao dos demais insectos ortopteroides.

F i g . 115 S t a g m a t o p t e r a precaria (Linne,
reduzido do tamanho
natural
(De P a l i s o t .
t . 12, fig. 1)

1758), um
Ins. Afr.

pouco
Amér.,

T orax - P rotorax, em quasi todas as especies, muito mais
longo que largo,emarginado e lateralmente dilatado adiante,
na parte correspondente á inserção das pernas anteriores. Excecionalmente,
nas
especies
mais
primitivas
das
subfamilias
Chaeteessinae
e
Mantoidinae,
êle
se
apresenta
extremamente

MANTODEA

253

c u r t o . E m D e r o p l a t i n a e e C h o e r a d o d i n a e a p r e s e n t a lateralm e n t e expansões foliaceas. M e s o t o r ax e m e t a t o r a x rel at i vam e n t e curtos, invisíveis s u p e r i o r m e n t e q u a n d o as t e g m i n a s e
asas se dispõem sobre o cor po.

F ig.

116

-

a canthops

jalcataria (Goeze, 1765)
x 2.

2 54

INSETOS DO BRASIL

P e r n a s m e d i a s e p o s t e r i o r e s a m b u l a t o r i a s ; as a n t e r i o r e s
r a p t o r i a s , m a i s o u m e n o s r ob u s t a s . Os M a n t i d e o s s ã o os u n i cos i n s e t o s o r t o p t e r o i d e s q u e a p r e s e n t a m p e r n a s a n t e r i o r e s
d e s t e tipo, a s s i m c o n s t i t u í d a s : a r t i c u l a n d o - s e c o m a p a r t e a n t erior do protorax ha os quadris ( coxae ), a ngulosos ou triquet r o s , de c o m p r i m e n t o q u a s i i g u a l a o dos f e m u r e s , em v a r i a s

Fig. 117 (Serville,

Eumusonia
livida
1839),
aptera

e s p e c i e s a r m a d o s n o s b o r d o s de d e n t e s o u e s p i n h o s ; f e m u r e s
robustos, mais ou menos alongados, com fortes dentes em
b a i x o , n a s m a r g e n s e x t e r n a e i n t e r n a e e n t r e elas, p e r t o d a
b ase ( espinhos discoidaes ); t íbias mais curtas que os femures,
ge r a l m e n t e p r o v i d a s de e s p i n h o s e x t e r n o s e i n t e r n o s n o b o r d o
i nferior e terminando numa robusta garra ( garra interna ) .
Em repouso a tíbia adapta-se perfeitamente ao femur, entrecruzando-se os dentes destes 2 segmentos. Tarsos quasi sem-

MANTODEA

255

pre de 5 art i culos em rodas as pernas, sem arolium. Por exceção, n o s M a n t i d e o s d...
tracking img