Ordem direta e inversa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1334 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SINTAXE:ORDEM DIRETA E ORDEM INVERSA E SUAS RELAÇÕES DE SENTIDO


A SINTAXE é a parte da língua portuguesa que estuda a relação
entre as palavras.Estudar a sintaxe de uma língua significa identificar as
maneiras como se associam as palavras para formar frases.
É por isso que não podemos formar enunciados simplesmente
juntando palavras de maneira totalmente aleatória, é necessárioconsiderar, além da ordem, o espaço na morfologia, a pontuação e
outros fatores gráficos. Vamos, através de alguns exemplos, compreender melhor o que quere dizer tais afirmações.

A famosa expressão ‘Não se deve pôr a carroça na frente dos bois”
pode ser bem aproveitável se inserida no estudo das relações entre
palavras. A ordem do enunciado e a organização que damos a ela é
fundamental para oque se pode inferir a seu respeito
1 - Escolher-se-á a ordem direta ou a inversa conforme a situação. E na situação entra o sentir, o pensar, o entender, o querer e até a visualização do falante.
Imaginemos a seguinte situação:
O João tem estado doente. Os amigos sentem a sua falta. Há também os que conhecem o João, mas a quem ele é indiferente. Suponhamos, então, as seguintes frases:(1) Oh!... Vem ali o João!
(2) O João vem ali.
Geralmente, os amigos pronunciam a frase (1). Iniciaram-na por vem, porque, naquele momento, o que lhes tocou mais a sensibilidade não foi o João em pessoa, mas o mover-se já com saúde, isto é, o vir - o vir já pelo seu pé. Este fato feriu de alegria o seu amigo. E então saiu-lhe muito naturalmente a frase (1), começada por vem, com o verbo emprimeiro lugar, o de mais evidência.
Mas o outro falante, para quem o João era como qualquer pessoa, possivelmente nem se lembrava de ele ter estado doente. Saiu-lhe, então, a frase (2), na ordem direta, a mais natural.
O primeiro construiu a frase, partindo do que sentiu; o segundo, partindo apenas do que viu e talvez pensou.
4. - É certo que só algumas gramáticas mencionam a ordem diretae a inversa, mas não o seu valor semântico, porque isto não é verdadeiramente gramática, embora toque a gramática. É, sim, estilística, para cujo exame os estudiosos se servem dos conhecimentos gramaticais.
5. - Para melhor compreendermos o emprego da ordem direta e da ordem inversa, é indispensável termos em conta o seguinte: O povo português procede, não raro, levado mais pelo que sente doque pelo que pensa - impera nele mais o coração do que o cérebro. Vejamos este fato:
Tal como o nosso povo tem bem saliente a face da sensibilidade, assim a Língua Portuguesa tem as características necessárias à expressão dessa sensibilidade. Uma delas é aquela maleabilidade que permite escolher a ordem direta ou a ordem inversa conforme a situação do interior do falante.
E agora, vejamos asfrases em questão:
(1) Um novo programa foi para o ar no canal televisivo...
(2) Foi para o ar um novo programa no canal televisivo...
Destes dois elementos da frase, um novo programa e foi para o ar, o que nos toca mais profundamente a sensibilidade é este: foi para o ar, pelo menos é o que parece. E porquê? Pelo seguinte:
Novos programas há-os em várias situações: uns apenaspensados, outros estudo inicial; há outros já em elaboração, e outros concluídos ou perto disso. Mesmo concluídos, o elemento novo programa nada nos diz sobre a sua difusão ou não difusão.
Perante esse elemento, permanecemos numa incerteza, nada nos diz.
O elemento foi para o ar dá-nos a certeza de tudo, e os que gostam de ver a SIC sentem-se atraídos para o novo programa pelas tais certezas quelhes transmite o elemento um novo programa. E quem fala ou escreve sente estas coisas e também sente as possibilidades da nossa língua. E por isso mesmo, ele sente (sente mas não pensa) que deve iniciar a frase pelo elemento foi para o ar. É idêntica a explicação para a outra frase: «Uma nova revista...».
6. - NA Língua Portuguesa não só transmitirmos o que pensamos, mas também o que e o como...
tracking img