Orçamentação e preços

Orçamentos da Empresa XTOP 2010

Orçamentos da Empresa XTOP
Orçamentação e Preços
Licenciatura em Contabilidade 3º Ano

“O planeamento não é uma tentativa de antecipar o que vai acontecer. O planeamento é um instrumento para raciocinar agora, sobre que trabalhos e acções serão necessários hoje, para merecermos um futuro. O produto final do planeamento não é a informação: é sempre otrabalho.” Peter Drucker

1

Docente: Prof. Fernando Costa Discentes: Rosa Mota Nº2452 / Carla Lourenço Nº2450 / Joana Matos Nº 2642
Maio de 2010

Orçamentos da Empresa XTOP 2010

Índice
Introdução Exercício Prático Proposto Orçamento de Tesouraria Orçamento Financeiro Demonstração de Resultados Valores p/ Balanço Previsional Conclusão Bibliografia 3 7 10 11 12 13 14 15

2

Orçamentos daEmpresa XTOP 2010

Introdução
O orçamento é o instrumento que permite acompanhar o desempenho da empresa e assegurar que os desvios do plano sejam analisados e adequadamente controlados. Preparar um projecto orçamentário consiste em reunir e analisar as variáveis empresariais para que seja mais fácil antever o futuro. O mais importante, é que quando planeamos estrategicamente, ganhamos tempopara uma acção de melhor qualidade, visto que as variáveis que podem ser controladas foram antecipadamente geridas de forma a nos preocuparmos somente com aquilo que é imprevisível. O esforço concentrado na direcção correcta aperfeiçoa a qualidade e ganha tempo da tomada de decisão empresarial. O processo de orçamentação é o elemento principal do controle de gestão na maior parte das organizações,possuam elas fins lucrativos ou não. Para Lunkes (2000), num cenário de restrição generalizada de recursos, a definição prévia de despesas e investimentos evita dispêndios desordenados e sem critérios, assegurando, assim, o emprego mais eficiente desses recursos. Essa definição prévia de gastos é concretizada no orçamento que, segundo o mesmo autor, é um “plano de acção detalhado, desenvolvido edistribuído como um guia para as operações e como base parcial para a subsequente avaliação de desempenho”. Frezatti (2005) destaca que o orçamento anual é responsável por implementar as decisões tomadas no plano estratégico da empresa. O orçamento nas empresas nasceu nos anos 20 do século passado como uma ferramenta de gestão de custos. Nos anos que se seguiram a 1930, com o aparecimento daadministração científica, a aplicação do orçamento empresarial tomou grande impulso. Hansen et al (2003) explicam que, em meados da década de 1960, Robert Anthony estabeleceu uma estrutura de controlo de gestão, em que dois processos de controlo foram considerados complementares ao controlo de gestão propriamente dito: o planeamento operacional e o estratégico. Ele verificou que o planeamento operacionalassume formas muito diferentes nas organizações, reflectindo características tecnológicas e operacionais diferentes.

3

Orçamentos da Empresa XTOP 2010
Dada esta ampla variedade de práticas no planeamento operacional, o autor preferiu focar seus estudos nos processos mais gerais de controlo de gestão. Da mesma forma, ele concebeu o planeamento estratégico como uma actividade irregular (pelomenos, na época) que acontece nos mais altos escalões de uma organização, mas que prevê os objectivos e metas que guiarão o processo de controlo de gestão. Embora visse o planeamento estratégico como um processo essencial, ele considerou-o um campo de estudo distinto do controlo de gestão. Isto posto, a área de controlo de gestão se definiu em função do desejo de se estudar os processos comuns atodas as organizações, e que demonstrassem um padrão rotineiro e regular. Em decorrência desse enfoque, criou-se uma visão de controlo baseada na contabilidade. Considerando ainda que o controlo requeresse padrões, contra o qual o desempenho deveria ser avaliado, o orçamento naturalmente se tornou o referencial para comparação. Isto acabou levando o orçamento anual a ser utilizado como a base...
tracking img