Operador logistico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4931 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1

Determinação Das Competências Do Operador Logístico
Gilmar Amilton Macohin Carlos Manoel Rodrigues Taboada Cícero Fernandes Marques Centro Universitário Positivo - UnicenP RESUMO

O mundo empresarial tem passado por grandes transformações e como resultado as operações logísticas tem-se tornado mais complexas, mais sofisticadas tecnologicamente e mais importantes sob o ponto de vistaestratégico, compreendendo: globalização, proliferação de produtos, menor ciclo de vida do produto, segmentação de clientes. O cuidado com as competências existentes na organização logísticas pode garantir que elas sejam vistas em sua totalidade e, se utilizadas na prática da melhoria continua, levam ao aperfeiçoamento continuado dos processos. O objetivo principal é identificar as competênciasessenciais dos Operadores Logísticos, sendo que o termo competências não está relacionado ao indivíduo, mas abordado segundo aspectos organizacionais e de gestão das atividades.

Na contextualização das competências, busca-se identificar e desenvolver comportamentos para chegar às competências essenciais. Na prática das atividades que se formam os comportamentos para adquirir algum tipo de competênciaessencial. A gestão de conhecimentos tem importante papel no desenvolvimento deste trabalho, neste contexto a visão de competências é de fundamental importância. A correlação das competências essenciais com as habilidades básicas é importante para a visualização do gerenciamento estratégico e conseqüentemente, de seu impacto na vantagem competitiva da organização. Palavras-Chave: OperadorLogístico, Competências, Logística

1. INTRODUÇÃO Nesta última década o Operador Logístico passou a tomar muita atenção do mercado, como uma orientação competitiva ao mercado tomador e prestador de serviços logísticos por se tratar de uma atividade relativamente nova no Brasil. Conforme CALAZANS & BARROS (2002) o Operador Logístico deve ter competência para, no mínimo, prestar serviços simultâneos emtrês atividades básicas: controle de estoque, armazenagem e gestão de transportes. Através do meio empresarial percebe-se cada vez mais a preocupação da empresa em possuir atributos e ações voltadas ao mercado. A orientação para o mercado está no centro da teoria e prática de sua administração, sendo condição fundamental para a estratégia competitiva da empresa, DAY (1983). A disseminação de pesquisase publicações sobre o tema atesta sua importância no meio acadêmico. De igual forma, no meio empresarial percebe-se um discurso cada vez mais presente. O questionamento, possibilitará o reforço dos conceitos teóricos acerca das competências dos Operadores Logísticos e sua relação com os tomadores de serviços. Esta análise contribuirá com o meio acadêmico, pois há pouca literatura a respeito doassunto. Propiciará uma aplicação imediata no meio empresarial, estreitando os elos entre o meio acadêmico e empresarial. Esta forma de abordagem para os serviços logísticos é um

SEGeT – Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia

2

conceito ainda pouco explorado pela academia. Fazendo-se necessário então a reconstrução de conceitos, explorando as origens e características, de maneira asitua-lo teoricamente. Contribuirá com o meio empresarial como balizador para as empresas caracterizadas como Operadores Logísticos, que através de um modelo matemático poderão identificar as competências essenciais da atividade e como poderão atingi-las. Com a identificação e caracterização das competências do Operador Logístico os tomadores de serviços logísticos poderão visualizar as melhoresrelevâncias para sua atividade específica, já para os prestadores de serviços, como poderão aprimorar-se ou transformar-se em um Operador Logístico. Como a complexidade das operações logísticas tem aumentado significativamente, deixando de ser a simples tarefa de movimentação e armazenagem de materiais, é essencial o estabelecimento das competências funcionais para a atividade. Para DAWE (1998)...
tracking img