Operacoes de terminais e armazen

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6840 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP
Centro de Educação a Distância

ATPS – Operações de Terminais e Armazéns

IVAN BALDIN DO AMARAL LEONE RA:2306315488
LASARO LUIS CARRARA RA:2310325335
MARCIO FRANÇA DOS SANTOS RA:2324404456
MARIA DO CARMO DOS SANTOS RA:2324404465

PIRACICABA/SP
2012

IVAN BALDIN DOAMARAL LEONE RA:2306315488
LASARO LUIS CARRARA RA:2310325335
MARCIO FRANÇA DOS SANTOS RA:2324404456
MARIA DO CARMO DOS SANTOS RA:2324404465

Professor tutor presencial:Marco Antonio Pedronetti
Professor tutor a distância: Gisele Bafume Quierelli

Atividade Pratica Supervisionada apresentada ao Curso Superior Tecnologia em Logística daUniversidade Anhanguera Uniderp, como exigência parcial da Disciplina Operações de Terminais e Armazens para a obtenção de nota, sob orientação da Profa. Tutora EAD Gisele Bafume Quierelli.

PIRACICABA /SP
2012

SUMÁRIO

Introdução............................................................................................4

Princípios e elementos da armazenagem 5-,6
Gestão dos Estoques7-9
Embalagem de materiais 10-17
Gestão da Armazenagem 18-23
Considerações Finais 24
Referências Bibliográficas 25

PIRACICABA/SP
2012
INTRODUÇÃO

Pelo ponto de vista do moderno operador logístico, pode-se definir armazenagem como a gestão econômica do espaço necessário para manter estoques de mercadorias pertencentes a terceiros. Isto engloba todas asfunções de localização, dimensionamento de área, arranjo físico, recuperação do estoque, projeto de docas ou baías de atracação e configuração do armazém.
É possível afirmar que o conceito de armazenagem tem início com a observação pelo homem da alternância entre períodos de fartura e de escassez e está intrinsecamente relacionado com a necessidade de abastecimento dos povos. A armazenagem foiestabelecida no exato momento em que o ser humano primitivo descobriu que podia guardar para uso futuro os produtos excedentes às suas necessidades atuais, ou ainda para permutá-los com outros produtos dos quais não dispunha (escambo).
A história da armazenagem confunde-se com a história do comércio entre os povos. Historicamente, aqueles que se dedicaram ao comércio obtiveram hegemonia sobreos demais povos que lhes foram contemporâneos. Para isto tiveram obrigatoriamente que aprender a armazenar.
Cerca de 3.000 anos a.C, os egípcios construíram os primeiros depósitos de que se tem notícia, com o objetivo específico de armazenar os papiros e o trigo excedentes, produzidos no fértil Vale do Nilo, para posteriormente carregá-los em navios e trocá-los pelas preciosas madeiras do Líbano.Pelas descobertas das câmaras mortuárias nas pirâmides egípcias, podemos observar a importância da armazenagem para este povo: os faraós mortos eram reverenciados com o abastecimento de seus túmulos com tudo aquilo que julgavam ser necessário na outra vida.
Quanto à armazenagem comercial nessa região, reduzindo gradativamente o poder fenício,
até a conquista final da região pelos romanos.
Osromanos estenderam seus domínios até o Mar do Norte,fundaram Londres (originalmente Londinium), mantiveram os mares livres de piratas, construíram faróis em Óstia, Bologna e Dover,melhoraram os portos, dragaram e navegaram pelo velho canal entre o Rio Nilo e o Mar Vermelho. Justificavam o seu poderio com dois ditos: “navigare est” (navegar é preciso) e “todas as estradas levam a Roma”. Hoje, comoobservadores olhando em uma visão retrospectiva,poderíamos acrescentar que de nada adiantaria navegar e construir estradas se Roma não dispusesse de importantes centros de armazenagem e distribuição distribuídos ao longo de todo o Império.
PRINCÍPIOS E ELEMENTOS DE ARMAZENAGEM

Pontos da rota, como forma de obter hegemonia no comércio com as especiarias do Oriente. A acumulação de metais...
tracking img