Ongs

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 502 (125358 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A Invenção das ONGs: do serviço invisível à profissão sem nome
Leilah Landim

Leilah Landim

A INVENÇÃO DAS ONGS
Do serviço invisível
à profissão impossível
Tese de doutoramento apresentada ao
Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social
do Museu Nacional e da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro
1993

1 de 239

A Invenção das ONGs: do serviço invisível àprofissão sem nome
Leilah Landim

AGRADECIMENTOS
Ao meu orientador durante toda a fase de redação da tese, Professor José Sergio Leite Lopes, por
seu atento apoio intelectual, seu estímulo e sua amabilidade de sempre.
À minha primeira orientadora, professora Lygia Sigaud, que acompanhou esse trabalho em seus
inícios e a quem devo também sugestões significativas.
Aos professores do Programa dePós-Graduação em Antropologia Social, especialmente a Afrânio
Garcia Junior, com cuja boa vontade pude contar nas mediações para os estudos empreendidos
através de “Bolsa Sanduíche” no Centre de Sociologie Européenne, em Paris – onde recebi a
acolhida institucional da professora Monique de Saint Martin. Devo também ao professor Gilberto
Velho incentivos para que eu viesse a realizar essesestudos no exterior.
Ao Núcleo de Pesquisas do ISER na pessoa de seu Coordenador, o professor Rubem César
Fernandes, pelo seu estímulo e por me haver proporcionado condições de trabalho que facilitaram
enormemente a elaboração dessa tese.
As colaboradoras na pesquisa de campo Marcia de Oliveira Alves, Rosemary Gomes e Beatriz
Mello Matos.
Ao CNPQ e à CAPES pelas bolsas de estudo.
As diversaspessoas amigas e conhecedoras do assunto com cuja grande generosidade e disposição
pude sempre contar na obtenção de informações e materiais para a pesquisa: Cléia José Simões,
Jorge Eduardo Saavedra Durão, Leonor Souza Pinto, Jean Pierre Leroy, Ziléia Reznik e Felícia
Andrade de Moraes.
Ao amigo Sergio Flaksman, pessoa insubstituível pela paciência com que se dispôs ao “apoio
informático” eoutras ajudas na finalização da tese. Ao amigo Sergio Goes de Paula, aquele
indispensável colaborador de última hora, cúmplice nos momentos certos. Devo a essa dupla
homônima a resolução de problemas – para mim complicados na edição final do texto.
A Letícia Cotrim – essa, realmente conhecedora das “ONGs” e de suas histórias – pelas
informações fundamentais, excelentes conversas edisponibilidade de ajuda.
A todos os que se dispuseram a me receber e a perder seu tempo em longas entrevistas para essa
pesquisa.
Regina Novaes, com sua presença amiga e segura e sua incrível disponibilidade para discussões e
apoios variados, nunca será esquecida.
Agradeço de modo muito especial a Gilda Landim com cujas ajudas de sempre, diversificadas e
incondicionais, pude contar mais do que nunca,durante a redação dessa tese. E Pedro de Brito é
presença estimulante, por natureza.

2 de 239

A Invenção das ONGs: do serviço invisível à profissão sem nome
Leilah Landim

Finalmente, vai o agradecimento particular a Alexandre Lambert Soares (o qual, inclusive,
revelou-se um excelente colaborador na pesquisa). Sem ele as coisas teriam sido, certamente, não
digo impossíveis masinfinitamente mais difíceis.

3 de 239

A Invenção das ONGs: do serviço invisível à profissão sem nome
Leilah Landim

“Lá na varanda D. Quixote conversava com D. Benta sobre as aventuras, e muito
admirado ficou de saber que sua história andava a correr o mundo, escrita por um
tal de Cervantes. Nem quis acreditar; foi preciso que Narizinho lhe trouxesse os
dois enormes volumes da edição de luxoilustrada por Gustavo Doré. O fidalgo
folheou o livro muito atento às gra-vuras que achou ótimas, porém falsas.
- Isso não passa duma mistificação! – protestou ele. Esta cena aqui, por
exemplo. Está errada. Eu não espetei este frade, como o desenhista pintou.
Espetei aquele lá.
- Isto é inevitável – disse Dona Benta. – Os tis-toriadores costumam arranjar os
fatos do modo mais cômodo para...
tracking img