Oleos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1356 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRALUBE

Treinamento Técnico

Lubrificantes

LUBRIFICANTES E SUAS
PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS
Nosso objetivo: Nos fixaremos a conhecer as características fundamentais dos principais lubrificantes industriais, seus pontos fundamentais e principalmente, a suas interferências no funcionamento destes quando são aplicados através de sistema de lubrificação centralizada.

O ÓLEOLUBRIFICANTE
Óleos Minerais: Provenientes do petróleo, são classificados em duas categorias que
levam em conta sua origem e processo de refinação, ou seja, naftênicos e parafínicos.
Características
Ponto de fluidez
Índice de Viscosidade
Resistência à oxidação
Oleosidade
Resíduo de Carbono
Emulsibilidade

Parafínicos

Naftênicos

Alto
Alto
Grande
Pequena
Grande
Pequena

Baixo
BaixoPequena
Grande
Pequeno
Grande

Óleos Compostos - São minerais com adição de produto orgânico (de 1 à 25 / 30%),
objetivando maior oleosidade ou facilidade de emulsão com vapor d’água.

Óleos Sintéticos - Obtidos através de síntese química, suportam condições especiais. São classificados em cinco grupos, com as seguintes características de aplicações:
Tipo

Principais Aplicações

Ésteresde Ácidos Dibásicos Motores à jato, óleos hidráulicos e para instrumentos delicados
o
Óleos hidráulicos (para até 150 C) e lubrificantes de baixa temperatura.
Ésteres de Organofosfatos
Fluídos de transferência de calor, fluídos hidráulicos e componente para graxa
Ésteres de Silicatos
o
de baixa volatilidade (até 200 C)
Menor variação de viscosidade com a temperatura, baixa volatilidade,alta resisSilicones
tência à oxidação, ótima estabilidade térmica e hidrolítica – o que possui maior
custo entre os sintéticos.
Compostos de Ésteres de Excelente relação viscosidade-temperatura, volatilidade muito abaixo dos minerais, resistência à inflamação e bom poder de lubrificante, baixa resistência à
Poliglicol
oxidação mas não forma borra.

Principais características dos ÓleosLubrificantes
Viscosidade – Ela expressa a resistência que o óleo apresenta ao fluir. É, em princípio, a
propriedade física mais importante. É a principal responsável por garantir a correta lubrificação, ou seja, produzir a ideal redução no atrito. Sua medição é obtida através de ensaios com instrumentos denominados por “Viscosímetro”.
Unidades de medidas: Dentre as unidades de medidas destacaracterística, podemos citar as mais utilizadas no mercado internacional para se especificar um óleo: Cinemática
(centistokes – cSt); Saybolt (SSU); Redwood e Engler.

LUB.: 3.1

CENTRALUBE

Treinamento Técnico

Lubrificantes

EXEMPLO DE UM VISCOÍSIMETRO “SAYBOLT”
Termômetro

Regulador de
temperatura
Tubo
SAYBOLT

Orifício

A viscosidade é indicada pelo tempo, em segundos,
necessáriopara que 60 cm3 de óleo escorra completamente através de um orifício com 1,765 mm de diâmetro, sob a ação da gravidade à uma determinada
temperatura.

Aquecedor
Banho
de óleo

Obs.: O valor da viscosidade depende diretamente
de: 1) temperatura ambiente; 2) local onde se encontra o óleo, ou seja, a altitude – pressão atmosférica
(gravidade).

Reservatório
60 cm3

Classificação ISO deViscosidade:
Grau de Viscosidade
ISO

Viscosidade Mediana
cSt à 40o C

Viscosidade
Mínima (cSt à 40o C)

Viscosidade
Máxima (cSt à 40o C)

ISO VG 2
ISO VG 3
ISO VG 5
ISO VG 7
ISO VG 10
ISO VG 15
ISO VG 22
ISO VG 32
ISO VG 46
ISO VG 68
ISO VG 100
ISO VG 150
ISO VG 220
ISO VG 320
ISO VG 460
ISO VG 680
ISO VG 1000
ISO VG 1500

2,2
3,2
4,6
6,8
10
15
22
32
4668
100
150
220
320
460
680
1000
1500

1,98
2,88
4,14
6,12
9,00
13,5
19,8
28,8
41,4
61,2
90,0
135
198
288
414
612
900
1350

2,42
3,52
5,06
7,48
11,0
16,5
24,2
35,2
50,6
74,8
110
165
242
352
506
748
1100
1650

Índice de Viscosidade: Mede a intensidade com que varia a viscosidade em relação à
temperatura. Existem óleo com IV alto (HVI), médio (MVI)...
tracking img