Olavo de carvalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (382 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Obra e vida em filosofia

Olavo de Carvalho
O Globo, 13 de setembro de 2003



O que escrevi aqui sobre a Escola de Frankfurt não foram observações de improviso, mas uma seleção extraída denotas que há tempos venho juntando sobre o problema das relações entre "obra" e "vida" em filosofia. Uso aspas para indicar que ambos os conceitos são mais nebulosos do que a banalidade dos termosindica à primeira vista.

Quando se fala da "obra" de um poeta, de um romancista, o que se entende por isso não é tudo o que ele escreveu, mas só a parte formalmente literária, publicada ou publicável.O que sobra -- rascunhos, cartas, declarações orais - é material biográfico que não afeta o julgamento da "obra", embora possa contribuir indiretamente para a sua compreensão. Mesmo da partepublicada, às vezes só uma pequena fração interessa, esteticamente. Isso é assim porque a arte é inerentemente busca da forma -- forma identificável, material, estável. Os "sentidos" que aí as gerações deleitores acreditarão encontrar podem variar, mas, por isso mesmo, subentendem a permanência da forma (nada o comprova melhor do que a obsessão de documentar -- fixar -- aquelas manifestações artísticas,pretensamente revolucionárias, que se alardeiam fluidas e transitórias por princípio).

A filosofia, ao contrário, -- toda filosofia -- constitui-se essencialmente do seu "sentido", que o filósofobusca transmitir por todos os meios ao seu alcance, inclusive literários, não estando o valor desse sentido condicionado ao maior ou menor sucesso da sua exteriorização verbal. Tudo o que nos sobrou deAristóteles são rascunhos, fragmentos, notas de aula. Seus "livros" não são livros: são arranjos póstumos. A parte publicada, que Cícero louvava como "um rio de ouro" da eloqüência, perdeu-seirremediavalmente. Se isso acontecesse a um poeta, a um ficcionista, teríamos aí, na melhor das hipóteses, um caso de grande escritor falhado: a intenção subjetiva que não se traduz em forma, ou que a...
tracking img