Oi tudo bem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2030 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
I — Da Distinção Entre o Conhecimento Puro e o Empírico
todos os nossos conhecimentos começam com a experiência, como haveria de exercitar-se a faculdade de se conhecer, objetos que, excitando os nossos sentidos, impulsionam a nossa inteligência.
os conhecimentos derivam da experiência, alguns há, no entanto, que não têm essa origem exclusiva, nosso conhecimento empírico seja querecebemos das impressões
conhecimento independente da experiência e das impressões dos sentidos?
são denominados “a prio ri”, cuja origem e a posteriori”, isto é, da experiência.
se alguém escava os alicerces de uma casa, “a priori” poderá esperar que ela desabe, sem precisar observar a experiência da sua queda, pois, já sabe que todo corpo abandonado no ar sem sustentação cai ao impulso dagravidade. Assim conhecimento é nítida mente empírico.
conhecimento “a priori”, aquele que seja adquirido independentemente de qualquer experiência.
empíricos, isto é, àqueles que só são possíveis me diante a experiência.
“a priori” podem dividir-se em puros e impuros. “a priori” puro ao que carece completamente de qualquer empirismo.
ex., “toda mudança tem uma causa”, é um princípio “a priori”,mas impuro, porque o conceito de mudança só pode formar-se extraído da experiência.
II — Achamo-nos de Posse de Certos Co nhecimentos “A Priori” e o Próprio Senso
Comum não os Dispensa
se encontramos uma proposição que tem que ser pensada com caráter de necessidade, tal proposição é um juízo “a priori".
não é derivada e só se concebe como valendo por si mesma como necessária, será entãoabsolutamente “a priori”.
a experiência não fornece nunca juízos com uma universalidade verdadeira e rigorosa
que não admite exceção alguma ,não se deriva da experiência e sem valor absoluto “a priori”.
universalidade empírica nada mais é do que uma extensão arbitrária de validade, ex.: “Todos os corpos são pesados.”
A necessidade e a precisa universalidade são os caracteres evidentes de umconhecimento “a prio ri”,
no conhecimento humano existem realmente juízos de um valor necessário, Se quer um exemplo da própria ciência, basta reparar em todas as proposições da Matemática.
“a priori” em nosso conhecimento, demonstrar que são indispensáveis para a possibilidade da mesma experiência, sendo portanto uma demonstração “a priori".
subtrai do vosso conceito empírico de um corpo tudo quantopossui de
empírico: a cor, a dureza, a moleza, o peso, e a própria impenetrabilidade, e ficará o espaço
que (ora vazio) ele ocupava e que não pode ser suprimido.
III — A Filosofia Necessita de Uma Ciência que Determine a Possibilidade, os
Princípios e a Extensão de Todos os Conhecimentos “A Priori”
certos conhecimentos p or meio de conceitos, cujos objetos correspondentes não podem serfornecidos pela experiência,
transcendem ao mundo sensível, aos quais a experiência não pode servir de guia nem de retificação, consistem as investigações de nossa razão, investigações que por sua importância nos parecem superiores, mais sublimes a tudo quanto a experiência pode apreender no mundo dos fenômenos;
temas da razão pura são: Deus, liberdade e imortalidade. A ciência cujo fim e processostendem à resolução dessas questões denomina-se Metafísica.
Como pode a inteligência chegar aos conhecimentos “a priori”? Que extensão, le gitimidade e valor podem ter?
as ficções do pensamento, se estão arrumadas com certo cuidado, podem evitar tais tropeços, ainda que nunca deixem de ser ficções.
As matemáticas fornecem um brilhante exemplo do que poderíamos fazer independente mente daexperiência, nos conhecimentos “a priori”. É verdade que não se ocupam senão de objetos e conhecimentos que podem ser representados pela intuição; mas esta circunstância facilmente se pode reparar, porque
Assim, Platão, abandonando o mundo sensível que encerra a inteligência em limites tão estreitos, lançou-se nas asas das idéias pelo espaço vazio do entendimento puro, sem advertir que com os seus...
tracking img