Obesidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4160 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
OBESIDADE
DEFINIÇÃO Denomina-se obesidade uma enfermidade caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, associada a problemas de saúde, ou seja, que traz prejuízos à saúde do indivíduo. Nas diversas etapas do seu desenvolvimento, o organismo humano é o resultado de diferentes interações entre o seu genoma, os ambientes sócio-econômico, cultural e educativo e o seu ambiente individuale familiar. Assim, uma determinada pessoa apresenta diversas características peculiares que a distinguem, especialmente em sua saúde e nutrição. A obesidade é o resultado de diversas dessas interações, o que caracteriza uma doença multifatorial, nas quais chamam a atenção os aspectos genéticos, ambientais e comportamentais. Assim, filhos com ambos os pais obesos apresentam alto risco deobesidade, bem como determinadas mudanças sociais estimulam o aumento de peso em todo um grupo de pessoas. Recentemente, vem se acrescentando uma série de conhecimentos científicos referentes aos diversos mecanismos pelos quais se ganha peso, demonstrando cada vez mais que essa situação se associa, na maioria das vezes, com diversos fatores. As causas mais freqüentes de obesidade são: a origem genética, osdistúrbios psicológicos, a depressão endógena, distúrbios endócrinos (doenças da tireóide, das glândulas supra-renais, hipófise, gônadas), maus hábitos alimentares associados à vida sedentária, entre outros. Existem doenças da tireóide como o seu mau funcionamento que levam o paciente a aumentar seu peso e ficar apático (hipotireoidismo). O médico fará o diagnóstico ao pedir exames da função daglândula tireóide, tais como T3, T4, TSH e outros. Feito o diagnóstico, a doença será tratada e o peso do paciente será normalizado. Outra situação é o ganho de peso pela doença das supra-renais. Quando presente, além do ganho de peso, o paciente aumenta a quantidade de pêlos no corpo (mulheres com barba, crianças peludas, etc.), apresenta estrias na pele esticada pelo excesso de gordura e inchaço,acumula gordura na face (cara de lua cheia) e no dorso (corcova de búfalo). Exames laboratoriais (cortisol e outros) farão o diagnóstico. Outras doenças como hipogonadismo (diminuição dos hormônios sexuais) e outras mais poderão causar ganho de peso. Geralmente um obeso tem pais ou parentes próximos obesos. A obesidade genética freqüentemente aparece em vários membros de uma mesma família.Existem estudos que demonstram este fato. Stunkard e cols. (1986) relatam estudo de gêmeos obesos adotados na Dinamarca, por pais adotivos diferentes. Ambos continuaram obesos independentemente dos pesos dos pais adotivos e mesmo sendo criados separadamente. Foram obtidas informações sobre 3580 adotados, utilizando-se como critério o IMC. Houve uma relação clara entre a classe de peso dos adotados e ade seus pais biológicos, não havendo relação aparente entre crianças adotadas e seus pais adotivos, sugerindo fortemente que influências genéticas são determinantes importantes da adiposidade e que as influências ambientais têm pouco ou nenhum efeito. É importante ressaltar que as influências genéticas observadas nesse estudo não são apenas confinadas ao grupo obeso, mas se estendem a toda a faixade adiposidade, desde os muito magros até os muito gordos. Uma substância chamada Leptina tem sido responsabilizada como a causadora da obesidade quando o organismo a produz de forma deficiente ou quando seus receptores cerebrais (hipotalâmicos) não a reconhecem. A Leptina é responsável pela sensação de saciedade (sensação de estar satisfeito com a comida ingerida) e com a termogênese (gasto deenergia do corpo). A propriedade de alterar o gasto de energia deve-se ao fato da leptina estimular as ações da noraepinefrina (NOR) e a lipólise no tecido adiposo, levando à

termogênese. Por estimulação do sistema nervoso simpático, a leptina causa aumento na liberação de noraepinefrina que age em adipócitos por sinalização via AMPcíclico e proteína quinase A (PKA), estimulando a transcrição...
tracking img